Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Pedúnculo cerebral são dois grandes feixes de fibras com origem nos hemisférios cerebrais. Divergem destes e têm como limite inferior a porção mais rostral da porção caudal do mesencéfalo (constituinte do tronco cerebral). São constituidos por fibras descendentes corticopônticas e cortico-espinhais.

Limites do pedúnculo cerebralEditar

SubdivisãoEditar

Cada pedúnculo cerebral pode ser subdividido tendo em conta o seu aspecto interno:

  • Os pés do cérebro – separados do tegmento pela substância negra e formam uma unidade ao longo da linha mediana.
  • Pedúnculos cerebrais propriamente ditos.

Organização das fibrasEditar

Relativamente à organização das fibras nos pedúnculos cerebrais, existe uma organização somatotópica:

  • 1/6 lateral – fibras temporopônticas que provêm do córtex temporal;
  • 2/3 médios – fibras corticoespinhais e corticonucleares. Estas últimas continuam o seu trajecto descendente cruzando mais abaixo para atingir os núcleos dos nervos cranianos.
  • 1/6 medial – fibras frontopônticas que provêm do córtex frontal.

Fossa interpeduncularEditar

A fossa interpeduncular está localizada entre os dois pedúnculos cerebrais e apresenta na sua porção mais posterior uma zona que é perfurada pelos ramos centrais da artéria cerebral posterior e que é designada por substância perfurada posterior. Lateralmente, a circunvolução para-hipocampal vai esconder a fossa interpeduncular parcialmente.

Referências

  • Nolte, J. The Human Brain: An Introduction to its Functional Anatomy. Mosby; 6th edition, July 2008.
  • Standring, S. Gray's Anatomy: The Anatomical Basis of Clinical Practice. Churchill Livingstone; 40th edition, November 2008.
  Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.