Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Antigos povos germânicos
Pemanos
Mapa das tribos na Gália
Descendiam dos

Belgas, Gauleses, Germânicos

Região que habitavam
Ardenas, na Gália Belga
Grupo Étnico

Indo-europeu

Grupo Étnico Indo-europeu
Localização atual

(França, Bélgica, Luxemburgo)

Os Pemanos (em latim), Paemani, também Faemani ou Poemani) eram um pequeno povo celto-germânico da Gália Belga, instalado nas Ardenas. O mais provável é que tenham se localizado onde é hoje a região de Famenne no centro de Valônia.[1] A região é conhecida por seus megalitos neolíticos. O próprio nome de Famenne deriva de Paemani.

Dados históricosEditar

Nos são conhecidos graças a uma menção de Júlio César no livro II de seus Comentários à guerra das Gálias. Informado dos preparativos e manobras militares dos povos belgas contra as legiões romanas, perguntou a seus aliados os remos, que tamanho tinha cada um destes povos alçados contra ele e, a respeito dos Pemanos, disseram os Remos

que aos Condrusos, Eburões, Cerósios e Pemanos - chamados, com um só nome, germanos - os estimavam em uns quarenta mil.[2]

WikisourceEditar

Ver tambémEditar

  A Wikipédia tem o portal:
  • Cultura germânica primitiva

Referências

  1. Précis d'histoire liégeoise, par F. Magnette, Professeur à l'Université de Liège (1928), p. 16.
  2. César: Comentarios a la guerra de las Galias, libro II, 4.10, pág. 92, trad. José Joaquín Caerols, Alianza Editorial, Col. Clásicos de Grecia y Roma, BT 8254, 3.ª reimpresión, Madrid, 2008, ISBN 978-84-206-4092-1.

BibliografiaEditar

  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.