Pero Anes Coelho (1260 - 1317) foi um nobre medieval do Reino de Portugal e Meirinho-mor do Rei D. Dinis I de Portugal na Província da Beira, para o que recebia 100 Libras para “vestidos”.

Recebeu por herança os senhorios de seu pai, que os havia recebido por doação régia datada de 1254, na vila de Souto de Riba-Homem. O rei D. Dinis fez-lhe também a atribuição de três casais (Solares) na área do Mosteiro de Oliveira onde o seu irmão era Prior. Esta doação real ocorreu em 1299. [1]

Relações familiares editar

Foi filho de João Soares Coelho (1200 - 1278) e de Maria Fernandes (1230 -?). Casou com D. Margarida Esteves (c. 1260 -?) filha de D. Estevão Ermiges da Teixeira (1220 -?) e de Urraca Fernandes de Louredo, de quem teve:

  1. Estevão Coelho (1290 -?) casou com Maria Mendes Petite; filha de Soeiro Mendes Petite, alcaide de Santarém;
  2. João Coelho;
  3. Vicente Pires Coelho.

Bibliografia editar

  • Cristovão Alão de Morais, Pedatura Lusitana - 6 vols. Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1997. vol. III-pg. 9 (Coelhos).
  • José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Linhagens Medievais Portuguesas - 3 vols. Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 1999. vol. 1-pg. 483.

Referências

  1. Nobiliário das Famílias de Portugal, Manuel José da Costa Felgueiras Gaio, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. IV-pg. 378 (Coelhos).