Abrir menu principal
Víctor Pires Vieira
5 A (Série Matisse,Rothko,Reinhardt )
Nome completo Víctor Manuel de Mendonça Camões de Sousa Loureiro Pires Vieira
Nascimento 1950 maio 5(5-05-1950)
Porto
Nacionalidade Portugal portuguesa
Área Artes Plásticas / Pintura
Página oficial
www.piresvieira.com

Víctor Manuel Pires Vieira (Porto, 5 de maio de 1950 — ) é um artista plástico e pintor português [1].

Nasceu no Porto, em 1950. Frequentou Arquitectura na Escola de Belas Artes de Paris e Urbanismo na Faculdade de Vincennes. Presentemente vive e trabalha no Estoril.

Estudou no Liceu Alexandre Herculano, no Porto e muito cedo foi aluno da sua avó, Maria Isabel de Souza Loureiro, sobrinha e discípula de Artur Loureiro.

Em meados dos anos 60, foi viver para Santo Amaro de Oeiras e em 1970 inscreveu-se na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa que abandonou a seguir para se instalar em Paris, onde estudou arquitetura e urbanismo, na École Superieure des Beaux Arts de Paris e na Université de Paris VIII, Faculté de Vincennes.

Durante a estadia em Paris, aproximou-se da vanguarda francesa, em torno do grupo ‘support-surfaces’, vindo a expor individualmente, já em 1976, juntamente com Jean-Pierre Pincemin, na galeria L’Oeil 2000[2][3].

Desde a galeria Quadrum, nos anos 70, em Lisboa, trabalhou com as galeria Alda Cortez, galeria Graça Fonseca, galeria Pedro Oliveira, no Porto e galeria Cristina Guerra.

Integrou, por diversas vezes, representações oficiais de artistas nacionais em países estrangeiros.

Está representado em várias coleções, como a fundação Calouste Gulbenkian, Coleção/Museu Berardo, Fundação de Serralves, Museu de Arte Contemporânea/Chiado.

Exposições individuais de relevânciaEditar

  • 1971
    • Galeria Alvarez, Porto
    • Galeria de Arte Moderna/SNBA, Lisboa
    • Galeria Quadrante, Lisboa
  • 1973
    • Galeria de Arte Moderna/SNBA, Lisboa
  • 1974
    • 'Meta-Texturas', Galeria de Arte Moderna/SNBA, Lisboa
    • 'Des-Construções', Galeria Quadrante, Lisboa
  • 1975
    • Série 'Matisse, Rothko, Ad Reinhardt', Galeria de Arte Moderna/SNBA, Lisboa
    • 'Instalação', Galeria Opinião, Lisboa
  • 1976
    • 'Ensaios para a Construção do Espaço da Pintura', Galerie L’Oeil 2000, Paris
    • Galeria Quadrum, Lisboa
  • 1984
    • Galeria Quadrum, Lisboa
  • 1985
    • Série 'Regresso a Sefard', Galeria Quadrum, Lisboa
  • 1986
    • Série 'Varsóvia após Masada', SNBA, Lisboa
  • 1987
    • Palácio do Egipto / C.M.O., Oeiras
  • 1988
    • Série 'Alinhamentos', Biblioteca Nacional, Lisboa
  • 1989
    • Série 'Alinhamentos sobre um tema de Matisse', Galeria Alda Cortez, Lisboa
  • 1990
    • Galeria Alda Cortez, Lisboa
  • 1992
    • Galeria Pedro Oliveira, Porto
  • 1994
    • Museu Nacional de Arqueologia, Silves
    • Galeria Pedro Oliveira Porto
    • 'O Sistemas dos Objectos', Instalação/Rua Direita, Cascais
    • 'Aproximação a um Inventário dos Desejos Reprimidos', Galeria Graça Fonseca, Lisboa
  • 1995
    • 'Pinturas 76/83', Galeria Pedro Oliveira, Porto
  • 1996
    • 'Vestiário', Galeria Graça Fonseca, Lisboa
  • 1999
    • Série 'Talk to me', Centro Arte Moderna, Fundação C.Gulbenkian, Lisboa
  • 2001
    • 'Da Fragmentação do Olhar' (Segundo Arquivo), Porta 33, Funchal, Madeira
    • ‘As the Book says – we can cut with the past but the past cannot cut with us’, Cristina Guerra, Lisboa
  • 2004
    • Galeria Mário Sequeira, Braga
  • 2005
    • Galeria Gomes Alves , ‘Série Mockba’, trabalhos em papel, Guimarães
    • Círculo de Artes Plásticas de Coimbra ‘Mockba’ e’ Between Death and Life’, Coimbra
  • 2008
    • Pavilhão Branco, Museu da Cidade, Lisboa
  • 2009
    • Appleton Square, Lisboa
  • 2013
    • ‘Faites vos Jeux, Rien Va Plus’, Museu de História Natural, Sala do Veado ( Lisboa)
  • 2015
    • ‘Who is Afraid of...?’, Museu de História Natural, Sala do Veado, Lisboa
  • 2017
    • ‘Geometrias’, Fundação/Museu das Comunicações, Lisboa
  • 2019
    • ‘Geometrias I e II’, Museu da Guarda, Guarda
    • 'A incontornável tangibilidade do Livro — Ou o “ANTI-LIVRO”', Museu Nacional de Arte Contemporânea, Lisboa
    • 'trash - lixo de artista', Museu Berardo, Lisboa
    • Série 'vestiários', MUDE/Museu do Design e da Moda, Lisboa

Exposições Coletivas de relevânciaEditar

  • 1971
    • 1º Salão de Arte de Lagos, Museu Regional, Lagos
  • 1971
    • Salão de Verão, SNBA, Lisboa
  • 1972
    • Exposição 72, SNBA, Lisboa
    • Bienal de Ibiza, Espanha
    • Exposição Gal. Quadrante, Estremoz e Évora
    • IV Salão de Arte Moderna da Cidade de Luanda, Angola
  • 1973
    • Exposição 73, SNBA Lisboa – Salão de Março/ SNBA, Lisboa
  • 1974
    • Salão Perspectiva 74, SNBA, Lisboa
    • Foire aux Arts Plastiques, Mazamet, França
  • 1975
    • Abstração – Hoje, SNBA, Lisboa
  • 1976
    • Pena de Morte, Tortura, Prisão Política, SEC / SNBA, Lisboa, Évora e Estremoz
    • Arte Moderna Portuguesa, Museu de Lund, Lund, Suécia
    • Cultura Portuguesa em Madrid, Madrid
    • Arte Portuguesa Contemporânea, Brasília, S. Paulo, Rio de Janeiro
    • VIII Festival International de la Peinture, Cagnes-sur-Mer, França
    • Exposição de Arte Moderna Portuguesa, Salão de Verão / SNBA, Lisboa
    • Alguns Aspectos da Vanguarda Portuguesa, Galeria Quadrum Lisboa
    • Pintores Contemporâneos de Portugal, Centro de Arte Euro Americano, Caracas, Venuzuela
    • Arte Portoghese Contemporanea, Galeria Nazionale d’Arte Moderna, Roma, Itália
    • Art Portuguais Contemporain, Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris, Paros, França
  • 1977
    • Alternativa Zero, Galeria Nacional de Arte, Lisboa
  • 1978
    • Gravura Portuguesa Contemporânea, Brasil
    • Exposição de Arte Moderna, SNBA, Lisboa
  • 1982
    • 'Aspectos da Arte Abstracta Portuguesa 70/80', SNBA, Lisboa
    • Colectiva/82 – Galeria Quadrum, Lisboa
    • II Bienal de Chaves, Chaves
  • 1983
    • ‘Perspectivas Actuais da Arte Portuguesa’ SNBA, Lisboa
  • 1984
    • II Mostra de Artes Plásticas, Lagos
    • Homenagem a Almada Negreiros' Ministério da Cultura, Lisboa
    • 11 Jovens Pintores Portugueses / Instituto Alemão, Lisboa e Porto
  • 1985
    • II Bienal Nacional de Desenho, Palácio de Cristal, Cooperativa Árvore Porto
    • I Bienal dos Açores, S.Miguel, Açores (Menção Honrosa)
  • 1986
    • ‘Novas Tendências do Desenho’, SNBA Lisboa
    • III Mostra de Artes Plásticas, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
    • Exposição AICA-PHILAE 86, SNBA, Lisboa
    • III Bienal de Artes Plásticas, Lagos (Prémio de Aquisição)
  • 1987
    • II Bienal dos Açores (1º Prémio)
    • 70/80 Arte Portuguesa, S. Paulo e Rio de Janeiro, Brasil
  • 1988
    • IV Bienal de Artes Plásticas, Lagos
    • 70/80 Art in Portugal, Pensilvânea, EUA
    • Bicentenário do Ministério das Finanças, Lisboa e Porto
  • 1992
    • Arte Portuguesa 1992, Kunsthalle Dominkanerkirche, Osnabruck, RFA
  • 1994
    • 'Quando o Mundo nos Cai em Cima', Arte no Tempo da Sida, CCB, Lisboa
  • 1995
    • 'Arte Moderna II', Culturgest, Caixa Geral de Depósitos Lisboa
  • 1997
    • 'A Arte, o Artista e o Outro', Fundação Cupertino de Miranda, V. N. Famalicão
    • Perspectiva: Alternativa Zero, Fundação de Serralves, Porto
  • 1998
    • Alternativa Zero, Palermo, Itália
  • 1999
    • Aquisições e Doações, Museu do Chiado, Lisboa
  • 2002
    • 1960/80, Anos de Normalização Artística nas Colecções do Museu do Chiado, Lisboa
    • Museu Francisco Tavares Proença, Castelo Branco
  • 2004
    • ‘Meio Século de Arte Portuguesa’, Museu do Chiado, Lisboa
  • 2007
    • ’50 Anos de Arte Portuguesa’, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
    • ‘Anos 60, momentos transformadores’, Museu do Chiado, Lisboa
  • 2009
    • ‘Anos 70 – Atravessar Fronteiras’, CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
  • 2010
    • Um Percurso-Dois Sentidos’, Museu do Chiado, Lisboa
    • Linguagem e Experiência’, Obras da Colecção da Caixa Geral de Depósitos, Centro Cultural Palácio do Egipto, Oeiras, Museu Grão Vasco, Viseu, e Museu de Aveiro, Aveiro
  • 2011
    • Museu Berardo/CCB, ‘Exposição Permanente’ (1969/2010), Lisboa
    • Museu do Chiado,’Arte Portuguesa do Séc.XX, 1960/2010’, Lisboa
  • 2012
    • Nova Apresentação da Exposição Permanente, CAM, Galeria 1, FCG, Lisboa
  • 2013
    • Exposição Permanente da Colecção do MNAC, Museu do Chiado Lisboa
  • 2014
    • Histórias: Obras da Colecção de Serralves, Museu Casa de Serralves, Porto
  • 2015
    • ‘Musas Inspiradoras’, Casa da Cerca, Almada
    • ‘O teu Corpo é o meu Corpo’, Colecção de cartazes de Ernesto de Sousa, Museu / Colecção Berardo, Lisboa
  • 2016
    • ‘Portugal em Flagrante’, Operação 2, Museu Calouste Gulbenkian, Colecção Moderna, Lisboa
  • 2017
    • Simultânea (Obras da Colecção da Caixa Geral de Depósitos), Culturgeste, Lisboa
    • Colecção de Serralves 1960-1980, Museu de Serralves, Porto
  • 2018
    • Colecção de Serralves, ‘Novas Linhas, Imagens, Objectos’, Museu de Serralves, Porto
    • Linha, Forma, Côr, Obras da Colecção Berardo- Museu/Colecção Berardo, Lisboa
    • Arte Portuguesa, Razões e Emoções, MNAC/Chiado, Lisboa
    • ‘Contra a Abstracção’, Obras da Colecção da Caixa Geral de Depósitos, Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor.

Referências

Ligações ExternasEditar