Abrir menu principal

As placas amiloides são depósitos de fragmentos de proteínas chamadas beta-amiloides, que são tóxicas para os neurônios e suas sinapses.[1] Quando as moléculas de proteínas beta-amiloides se agrupam, elas podem se mover livremente pelo cérebro e podem facilmente se ligar aos receptores dos neurônios.[2]

Uma vez que as beta-amiloides se ligam aos neurônios, ela tende a destruir as sinapses. A destruição das sinapses impede a formação de novas memórias, de pensamento, aprendizado e regulação das emoções. Acúmulo das beta-amiloides leva à formação de placas amiloides, que se acumulam no tecido cerebral, aumentando a destruição de neurônios.[2]

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. «Proteína que provoca Alzheimer é a mesma que protege o cérebro». O Globo. Consultado em 13 de novembro de 2018 
  2. a b «What are Amyloid Plaques? - Definition & Significance». Study.com. Consultado em 13 de novembro de 2018