Abrir menu principal

Planetário Professor José Mariano da Rocha Filho

(Redirecionado de Planetário da UFSM)
Vista da frente do planetário, que está situado no bairro Camobi.
O Planetário da UFSM (ao fundo), um dos 29 planetários do Brasil. À frente o relógio solar.

O Planetário da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) foi fundado em 14 de dezembro de 1971[1]. Possui capacidade para 120 pessoas, sendo dotado de um projetor Zeiss Spacemaster com projetores de video auxiliares.

O Planetário da UFSM foi inaugurado, em 14 de Dezembro de 1971, pelo reitor fundador da Universidade Federal de Santa Maria, Prof. José Mariano da Rocha Filho. O projeto Arquitetônico do Planetário da UFSM é do arquiteto Oscar Valdetaro, a partir de um esboço doado pelo arquiteto Niemayer em uma reunião no Catetinho em 1959 em Brasília, foi Niemayer indicou o arquiteto que o Reitor deveria procurar.

A UFSM foi criada em 14 de dezembro de 1960, sendo a primeira Universidade Federal no interior do Brasil e o Planetário em 14 de dezembro de 1971, foi o quinto Planetário Brasileiro, o oitavo na América Latina, o primeiro no Rio Grande do Sul e o Primeiro em uma cidade do interior no Brasil.

Em 1976 o Planetário recebeu o nome do Prof. José Mariano da Rocha Filho, fundador e primeiro reitor da UFSM, homenagem ao responsável pela vinda de sete planetários para o Brasil (5 spacemaster e 2 ZKP), através de um acordo Brasil-Alemanha Oriental (café), em uma época que haviam somente dois planetários no território nacional.

O museu interativo, localizado no segundo piso do planetário, foi fundado em 1998 e conta com uma área de 370 metros quadrados e dez estações que tratam da história de astronomia, através de dispositivos interativos.

Referências

  1. «Planetário da UFSM». Consultado em 17 de maio de 2011. Arquivado do original em 14 de julho de 2011 

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.