Abrir menu principal
Mercúrio,Vênus, Terra e Marte

Um planeta telúrico (do latim "tellus", um sinónimo de Terra) ou planeta sólido é um planeta rochoso assim como a Terra. Os planetas telúricos do Sistema Solar são Mercúrio, Vênus, Terra e Marte. Estão mais próximos do Sol e por isso estão situados no Sistema Solar interior e têm maior densidade que os planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno). Esta relação planetária tem a ver com a formação do Sistema Solar, em que os materiais mais densos tendem a se concentrar mais perto do Sol e os mais leves mais longe do Sol. Sua composição interna é basicamente de rochas (silicatos), ferro e outros metais pesados.

Colonização de planetas telúricosEditar

Ao se falar de Colonização espacial, quase sempre se fala dos planetas telúricos (esquecendo os asteroides e satélites naturais), pois estes planetas são, em teoria, habitáveis e exploráveis se sofrerem uma Terraformação, pois de acordo com este conceito são os únicos plausíveis de aplicação desta técnica e, além disto, facilitaria pela sua proximidade física com a Terra, o que não criaria tantas diferenças. Sua composição se baseia em metais e recursos exploráveis e, desde que a atmosfera e superfície não se demonstrem hostis, poderiam ser habitados.

Planetas telúricos extrassolaresEditar

Devido a tecnologia atual para observação de planetas extrassolares, dos mais de 300 planetas extrassolares já descobertos, uma dúzia são corpos rochosos, mas é possível que vários desses planetas estejam orbitando os planetas gasosos na forma de satélites naturais; como os gasosos são bem maiores, sua descoberta é muito mais facilitada em comparação com os rochosos, por isso o número de telúricos extrassolares conhecidos é tão pequeno ainda.

TiposEditar

Várias classificações possíveis para planetas terrestres foram propostas[1]:

Planeta silicato

O tipo padrão de planeta terrestre visto no Sistema Solar, feito principalmente de manto rochoso à base de silício com um núcleo metálico (ferro).

Planeta carbono (também chamado "planeta diamante")

Uma classe teórica de planetas, composta por um núcleo de metal cercado principalmente por minerais à base de carbono. Eles podem ser considerados um tipo de planeta telúrico se o conteúdo de metal dominar. O Sistema Solar não contém planetas de carbono, mas possui asteroides carbonáceos.

Planeta de ferro

Um tipo teórico de planeta terrestre que consiste quase inteiramente de ferro e, portanto, tem uma densidade maior e um raio menor que outros planetas telúricos de massa comparável. Mercúrio no sistema solar possui um núcleo metálico igual a 60-70% de sua massa planetária. Pensa-se que os planetas de ferro se formem nas regiões de alta temperatura próximas a uma estrela, como Mercúrio, e se o disco protoplanetário for rico em ferro.

Planeta sem núcleo

Um tipo teórico de planeta terrestre que consiste em rocha de silicato, mas não possui núcleo metálico, isto é, o oposto de um planeta de ferro. Embora o Sistema Solar não contenha planetas sem núcleo, asteroides condritos e meteoritos são comuns no Sistema Solar. Pensa-se que os planetas sem núcleo se formem mais longe da estrela, onde o material oxidante volátil é mais comum.

  1. Naeye, Bob (24 de janeiro de 2007). «"Os cientistas modelam uma cornucópia de planetas do tamanho da terra"». NASA, Centro de voo espacial Goddard