Abrir menu principal

Wikipédia β

Plataforma de gelo Larsen

Plataforma de gelo no continente antártico
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Mapa da Península Antártica, com a plataforma de gelo Larsen à direita daquela.

A plataforma de gelo Larsen é uma longa plataforma de gelo, situada na parte noroeste do mar de Weddell, que se estende ao longo da costa este da península Antártica, desde o cabo Longing até à região a sul da ilha de Hearst. Foi assim chemada em homenagem ao capitão Carl Anton Larsen, que navegou ao longo da bordadura da plataforma até à latitude 68°10'S, em dezembro de 1893.

A plataforma de gelo Larsen é na realidade constituída por três plataformas que ocupam - ou ocuparam - diferentes reentrâncias ao longo da costa. De norte para sul, esses três segmentos são designados, pelos cientistas que trabalham na região, por Larsen A (a menor), Larsen B e Larsen C (a maior). A plataforma Larsen A desintegrou-se em janeiro de 1995. A plataforma Larsen B desintegrou-se em fevereiro de 2002. A plataforma Larsen C parece estável, porém uma rachadura tem crescido rapidamente, ameaçando essa estabilidade.[1]

As desintegrações de duas das três plataformas Larsen foram acontecimentos fora do comum. Normalmente, as plataformas de gelo perdem massa em decorrência da formação de icebergues e por derretimento nas suas superfícies superior e inferior. Os eventos de desintegração foram relacionados ao aquecimento atmosférico em curso na península Antártica, à razão de aproximadamente 0.5 °C por década, desde finais da década de 1940. O fenômeno é ligado ao aquecimento global.[2]

Em 10 de julho de 2017 ocorreu uma das maiores desintegrações da plataforma Larsen C. O parto ocorreu entre o dia 10 e o dia 12 de julho de 2017, quando uma seção de 5.800 km² se separou após longo tempo de monitoramento. O iceberg, que provavelmente será chamado de A68, pesa mais de um trilhão de toneladas e tem o dobro do volume lago Erie, um dos Grandes Lagos situados entre EUA e Canadá.[3]

Índice

Plataforma de gelo Larsen BEditar

 
Imagem da plataforma de gelo Larsen B durante o colapso e comparação da sua dimensão com a do estado de Rhode Island nos Estados Unidos.

Entre 31 de janeiro e 7 de março de 2002, a plataforma de gelo Larsen B entrou em colapso e fragmentou-se. Aproximadamente 3 250 km² de gelo com 220 metros de espessura separaram-se da plataforma de gelo Larsen. Estima-se que a plataforma se encontrava estável há 12000 anos, de acordo com as investigações de cientistas da Queen's University[4]. Em contraste, a plataforma de gelo Larsen A "teria desaparecido durante grande parte daquele período e ter-se-ia reconstituído há 4 000 anos, segundo o estudo".

Este colapso revelou um ecossistema rico 800 metros abaixo da superfície do mar [5].

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar