Portal:Arte/Artigo destacado/10

Sir William Bruce.jpg

Sir William Bruce de Kinross, 1° Baronete de Balcaskie, foi um arquiteto-cavalheiro escocês, descrito por Howard Colvin como "o fundador efetivo da arquitetura clássica na Escócia". Como figura fundamental na introdução do palladianismo na Escócia, foi comparado a arquitetos ingleses, como Inigo Jones e Christopher Wren, e seus contemporâneos introdutores do estilo francês na arquitetura doméstica, Hugh May e sir Roger Pratt.

Bruce era um comerciante em Roterdã durante a década de 1650, e desempenhou um papel na restauração de Carlos II em 1659. Ele levou mensagens entre o rei exilado e o general George Monck, e sua lealdade a ele foi recompensada com lucrativas nomeações oficiais, incluindo a de Inspetor Geral das Obras do Rei da Escócia, tornando-o efetivamente "o arquiteto do rei". Seus patronos incluíam John Maitland, 1.º Duque de Lauderdale, o homem mais poderoso da Escócia na época, e Bruce tornou-se um membro do parlamento escocês, rapidamente integrando o Conselho Privado da Escócia.

Compartilhe: Compartilhe via Google+ Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter