Abrir menu principal
Camera-photo.svg
Ajude a melhorar este artigo sobre Arquitetura ilustrando-o com uma imagem. Consulte Política de imagens e Como usar imagens.

As Portas de Santa Catarina foram uma antiga porta da cidade de Lisboa, inserida na cerca fernandina da cidade.

Localizavam-se nas proximidades das igrejas do Loreto e Encarnação, ficando ambas de fora. Atravessava o largo da rua até entestar com as cavalariças d'El-Rei, depois arruinadas pelo terramoto de 1755. Teve por cima, em seus nichos, as duas imagens de pedra de Nossa Senhora do Loreto e de Santa Catarina, que apesar de muito toscas se conservam ainda hoje no frontispício da Igreja da Encarnação.

A 28 de Maio de 1384, sendo estas portas acometidas dos castelhanos, obraram nela os portugueses prodígios de grande valor, capitaneados por El-Rei D. João I, então Mestre de Avis.

Foram derrubadas em 1702.[1][2]

Referências

  1. Moreira 1838, p. 339.
  2. Castro 1763, p. 79.

BibliografiaEditar

  Este artigo sobre Lisboa é um esboço relacionado ao Património, integrado no Projecto Grande Lisboa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.