Prúsias II

Prúsias II foi um rei da Bitínia, filho e sucessor de Prúsias I e antecessor de Nicomedes II.

Prúsias II
Nascimento século III a.C.
Bitínia
Morte 149 a.C.
Nicomédia
Progenitores
Cônjuge Apama
Filho(s) Nicomedes II da Bitínia, Prusias III
Ocupação monarca
Causa da morte apedrejamento

Segundo Políbio, Prúsias era indigno da dignidade real,[1] a evidência é que, quando ele recebeu enviados de Roma, apresentou-se a eles de cabeça raspada, vestindo uma toga no estilo dos libertos,[2] e se declarando como um liberto que quer imitar tudo que é romano.[3]

Prúsias se casou com uma irmã de Perseu da Macedónia, mas quando os romanos derrotaram Perseu, Prúsias se rendeu aos romanos.[4]

Prúsias foi a Roma, para parabenizar o senado e os generais,[5] Ele se ajoelhou no senado, em adoração aos senadores, saudando-os como deuses salvadores, além de outras atitudes humilhantes.[6]

Prúsias atacou Átalo, rei do Pérgamo, mas foi obrigado pelo senado a restituir o território capturado e pagar uma multa.[7]

Prúsias era detestado por sua crueldade,[8] ou por ter um comportamento efeminado,[9] e enviou seu filho Nicomedes II para Roma, para tentar evitar pagar a dívida com Pérgamo.[8] Prúsias II resolveu matar Nicomedes, quando este estava em Roma, para que seus filhos de um segundo casamento o sucedessem.[10] Prúsias enviou Ménas, supostamente para auxiliar Nicomedes, mas com ordens de matá-lo.[8] Os assassinos [Nota 1] contaram o plano a Nicomedes, e disseram para ele se antecipar ao pai.[10]

Nicomedes retornou à Bitínia, derrubou Prúsias, o exilou e o executou, sem sentir menos culpa do que o pai sentira ao ordenar a morte do filho.[10] Após Nicomedes haver derrotado Prúsias, ele se refugiou no altar de Zeus como suplicante, mas foi morto pelo filho, que assumiu o trono após este ato sacrílego.[11]

Notas e referências

Notas

  1. No texto de Apiano, bem mais detalhado, há apenas um assassino, Ménas; no texto de Justino, a referência é a assassinos.

Referências

  1. Políbio, Histórias, Livro XXX, 18.2
  2. Políbio, Histórias, Livro XXX, 18.3
  3. Políbio, Histórias, Livro XXX, 18.4
  4. Apiano, Guerras Mitridáticas, 1.2 [em linha]
  5. Políbio, Histórias, Livro XXX, 18.1 [em linha]
  6. Políbio, Histórias, Livro XXX, 18.5
  7. Apiano, Guerras Mitridáticas, 1.3 [em linha]
  8. a b c Apiano, Guerras Mitridáticas, 1.4 [em linha]
  9. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXII, 19 [em linha]
  10. a b c Justino, Epítome das Histórias de Pompeu Trogo, 34.4 [em linha]
  11. Diodoro Sículo, Biblioteca Histórica, Livro XXXII, 21
  Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.