Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para o acidente geográfico, veja Cânion.

Adailton de Jesus, mais conhecido como Precipicio (Salvador, 9 de agosto de 1978) é um pugilista brasileiro.

Adailton possui um cartel de 23 lutas 20 vitórias (17 nocautes) e três derrotas (um nocaute). Ele se iniciou no boxe em Salvador, treinando na mesma academia que o tetracampeão mundial Acelino Freitas, o Popó, de quem foi sparring, e tendo Luiz Dórea como treinador.

No dia 5 de maio de 2007 Adailton perdeu uma decisão muito contestada contra o lutador da casa Marco Ramirez. O comentarista da ESPN Teddy Atlas pediu investigação por parte da comissão em cima dos juízes. Devido a dificuldade que Adailton teria de vencer um lutador da casa por pontos (110-117; 111-116; 110-117). Como era de se imaginar, os jurados locais deram a vitória por larga margem para Ramirez, diferentemente do comentarista Teddy Altas, ex-treinador de Mike Tyson que viu Adailton vencedor ao final dos 12 "rounds" por uma margem de 2 pontos. O combate valia, além do título IBF Latino dos penas, um ranking em uma das organizações mundiais que colocaria o vencedor em condições de desafiar por um dos títulos.

Após essa luta, Adailton perdeu dia 16 de agosto para Roinet Caballero por decisão unanime (94-96; 93-97; 94-96) luta eliminatória para a disputa do título da AMB contra Chris John e perdeu por nocaute técnico no 6º round contra Yuriorkis Gamboa dia 30 de outubro de 2007.

Adailton é empresariado por Servílio de Oliveira, único pugilista brasileiro que conseguiu uma medalha olímpica, o bronze nos Jogos Olímpicos de Verão de 1968 no México, e treinado por seu filho, Ivan de Oliveira, ex-técnico de Valdemir Pereira, o Sertão.