Abrir menu principal

Predefinição Discussão:Pseudo-redirect

Discussões ativas

Esta predefinição serve para marcar artigos que já tenham sido criados como erro ortográfico. Apenas são considerados válidos:

  • erros de acentuação
  • palavras homófonas

(incompleto) -- Nuno Tavares 12:39, 2 Mar 2005 (UTC)

PseudoredirectEditar

http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Provincia&curid=175531&action=history - noto por aqui, que há quem esteja a fazer pseudo-redirects no próprio artigo - não tínhamos decidido fazer apenas um redirect para uma página fora do domínio principal, onde constaria o pseudo, para que estes não contassem como artigos? Ou já foi decidida outra coisa? Manuel Anastácio 10:03, 10 Novembro 2005 (UTC)

E no entanto...:Citação: Manuel Anastácio escreveu: «supõe-se que um administrador saiba as regras relacionadas com as tarefas de administração»

Ou será que os envolvidos na movimentação, não o são? --Águia msg 11:19, 10 Novembro 2005 (UTC)

Eis um comentário, no mínimo, pouco pertinente. Como disse a Muriel, na mesma discussão: quem não sabe, pergunta. Ao que eu acrescento: a ignorância das regras não é culpa - a indiferença às regras é. Além disso, coloquei esta questão com o objectivo de esclarecer de uma vez por todas um procedimento que não tem sido seguido de forma unânime por todos, sejam admins ou não - a criação de pseudoredirects não é nenhuma responsabilidade administrativa, além do mais...   Manuel Anastácio 13:47, 10 Novembro 2005 (UTC)

Realmente tens razão Manuel. Estive a reler o resultado da votação Votações/Adendas à eliminação rápida/Títulos com erros e mal formatados e consta que um Título1 (com erro ortográfico) redirecciona para uma página Wikipedia:*Título1 onde se informa do erro. Eu pessoalmente nunca tinha reparado neste promenor (não tá a bold pá!). Acho que, pelo que vejo aqui, nenhum pseudo-redirect está feito como deve de ser... Deve-se proceder à alteração (também não são muitos) e eu posso fazê-lo, se acharem bem. Agora uma dúvida: porque é que não deve estar no domínio principal? Não funciona como um redirect normal que não conta como artigo? Lusitana 14:23, 11 Novembro 2005 (UTC)

O redirect para fora do domínio principal é incompatível com a regra sobre Salto de namespace... respondendo à Lusitana, devia ser fora do namespace principal para que não conte como artigo - mas eu não estou a ver que mais pode ser escrito para além da pequena mensagem da {{pseudo-redirect}}. Creio que é essa mensagem que tem que ser trabalhada, e não a solução do redirect para fora do namespace principal. -- Nuno Tavares 19:16, 11 Novembro 2005 (UTC)

Então se o redirect para fora do domínio principal é incompatível com a regra sobre Salto de namespace, mas se só assim é que o pseudo-redirect não conta como artigo, o que é que se faz? Sugeres que não se faça o salto de namespace e se desenvolva mais a mensagem do redirect para que faça sentido que conte como artigo? ... Lusitana 09:33, 12 Novembro 2005 (UTC)

Até me arrepio todo! Fazer artigos a partir de erros ortográficos?!! Isso ainda seria pior do que adoptar o Fair-use... É assim:

  1. ou se faz o redirect para fora do domínio principal, como está na regra votada, sem prejuízo de ser compatível com a regra dos saltos (as regras admitem excepções);
  2. ou se faz o redirect do erro para o artigo (como é feito na Wiki en);
  3. ou se elimina, simplesmente, o erro;
  4. ou se desenvolve uma "mensagem automática" que não conte como artigo (coisa que os developers não querem fazer).

Ora, para cada ponto:

  1. foi votado e ganhou;
  2. Há muita gente que fica horrorizada que erros ortográficos possam ser redirects - bastam ver as votações para eliminação.
  3. Há meia dúzia de pessoas que defendem que isso de erros ortográficos é uma forma elitista de alguns académicos imporem a sua forma de escrever aos outros - e que, por isso, a política de imparcialidade wikipédica deve preservar essas "ortografias alternativas". Eu acho isso um disparate, mas, mesmo assim, um disparate inteligente...
  4. Esta seria a melhor opção... Mas os tipos que desenvolvem a coisa querem saber disso? Não, por isso, resta-nos ficar neste impasse... Mesmo com votação, ainda estamos num limbo de incertezas. Manuel Anastácio 18:20, 12 Novembro 2005 (UTC)

Respondendo à Lusitana: os testes em redor da {{pseudo-redirect}} confirmaram que qual título com a pseudo-redirect não conta como artigo, já que esta não utiliza links internos. Quanto a desenvolver a mensagem da predefinição, acho óptimo, desde que se tenha em atenção o enunciado. Quanto a fazer-se um redirect para uma página no domínio Wikipedia, é incompatível com a regra de eliminação rápida sobre saltos de namespace (vamos fazer o quê? Quem apanhar primeiro decide?). A única alternativa seria criar uma página no domínio principal, que esclarecesse o porquê de não ser considerado um redirect - seria apenas um artigo - porém, não teríamos forma de entregar ao utilizador o link correcto (do tipo: provavelmente estaria à procura de...). Compreendes/m? O melhor, parece-me, é mesmo a predefinição. -- Nuno Tavares 23:36, 12 Novembro 2005 (UTC)


Redirecionem de uma vez, vejam o caso de Foz do Iguaçu, ortografia é política. Tanto é que os governos discutem por causa disso. Outro caso é o nome dos países... olha a discussão que tá dando em Wikipedia:Convenção_de_nomenclatura/Categorias por país. --E2m 17:15, 13 Novembro 2005 (UTC)

Tá dando discussão sim. Mas quem ler essa tua última mensagem ainda pensará que o pessoal anda lá todo às cacetadas. Manuel Anastácio 18:29, 13 Novembro 2005 (UTC)

People, cada vez percebo menos. Se ...:Citação: Nuno Tavares escreveu: «os testes em redor da {{pseudo-redirect}} confirmaram que qual título com a pseudo-redirect não conta como artigo, já que esta não utiliza links internos», então qual é o problema? Para quê redireccionar para o domínio Wikipedia? Ok, na votação ficou decidido que seria assim, então que seja e o pseudo-redirect passa a ser excepção à regra de ER. Ao votar neste método assumiu-se o pseudo-redirect automaticamente como excepção. Porque não? Não compliquemos. Agora redirect directo para o artigo é que não, por favor, afinal (métodos à parte) foi o que a votação deixou claro. Lusitana 08:24, 14 Novembro 2005 (UTC)

engraçado... Julgava que os testes tinham demonstrado exactamente o contrário: que pseudos contam como artigos, sim... Quem é que fez esses testes? Manuel Anastácio 19:00, 14 Novembro 2005 (UTC)

Fui ver e realmente não conta... Então, não sei porque houve aquela votação. Não entendo. Além disso, porque é que temos de escrever duas vezes a opção para a qual redireccionamos? Para quê dois parâmetros, se basta um? Não dá para mudar isso? Manuel Anastácio 19:19, 14 Novembro 2005 (UTC)

Bem Manuel, pelo que entendi, o facto de precisarmos digitar o artigo duas vezes é porque podemos criar o link da seguinte maneira [[teoria conspiratória|teorias conspiratórias]]. Assim, de o usuário do pseudo-redirect escrever teorias conspiratorias, podemos dar um redirect para [[teoria conspiratória]], mas escrever teorias conspiratórias no texto que vai aparecer.--algumacoisaqq 19:26, 14 Novembro 2005 (UTC)
A todos: a votação foi uma forma que se pensou de evitar que erros ortográficos - ainda que frequentes - fossem redireccionados impunemente para os artigos. Ou seja, pretende-se disponibilizar o artigo ao leitor, mas também que ele tenha consciência da forma correcta. Um exemplo, em PT-PT é frequente confundir-se o plural de qualquer como quaisqueres. Ora, um redirect de quaisqueres para o primeiro seria errado, porém, como frequente, é o caso ideal para pseudo-redirect, NMHO. Claro que se excluem (automaticamente) formas alternativas de escrever (como colisões pt-pt/pt-br) e afins. Para o caso mencionado, Provincia, se vêem que o erro é frequente, mais vale deixá-lo como redirect.
Continuando: a {{pseudo-redirect}} foi contestada e daí procedeu-se a essa votação. Posteriormente, quando finalmente se percebeu porque é que a pseudo-redirect estava a contar como artigo, procedi aos ajustes para que deixasse de contar. Entretanto, a conversa desenrolou-se extra-wikipédia, provavelmente, e não chegou a ficar esclarecido. Esta é uma boa altura para esclarecer, quiçá abreviar esta discussão em Predefinição Discussão:Pseudo-redirect.
Porquê dois parametrosEditar
Entretanto, em relação aos dois parâmetros, já não posso precisar o motivo, mas creio que estava relacionado com termos de múltiplas palavras: o primeiro parâmetro seria "uma_palavra", e o segundo "uma palavra", por qualquer problema que tive com o software (como penso que pode ser comprovado com o histórico). Mas, como disse, já não me lembro, e pode entretanto ter-se tornado desnecessário. -- Nuno Tavares 00:17, 15 Novembro 2005 (UTC)

Bommmmm, então se não conta como artigo acho que faz sentido fazer o pseudo-redirect como tem sido feito até agora, sem ter de redireccionar para o domínio Wikipedia:. Das duas umas, ou propõe-se uma adenda à regra, ou simplesmente informa-se que se passa a efectuar desta maneira porque, por motivos técnicos -afinal não conta como artigo-, não se justifica utilizar o processo anterior (devido a um mal-entendido ou qqc do género que ainda não atingi). Que tal? Quanto à função da predef em si, acho que está bem esclarecida! Acho que faz todo o sentido avisar o usuário do erro antes de prosseguir para o artigo. Quanto a ter de escrever na predef a palavra de destino duas vezes também nunca entendi porquê, mas se for algo que não se possa solucionar, paciência, não é assim tão mau... Lusitana 07:49, 15 Novembro 2005 (UTC)


Concordo com a Lusitana. Quanto aos dois parâmetros, creio que a explicação do Alguma coisa qualquer me satisfaz - por isso, o melhor é manter tudo como está. Em vez de fazermos uma votação, creio que basta continuar o procedimento que a Lusitana tem vindo a utilizar, até porque a razão que justificava os saltos deixou de existir. A não ser que alguém se mostre contra, claro - mas quem se mostrar contra deve ter em conta que é quanto ao procedimento, não contra o próprio pseudo-redirect que já foi votado. Manuel Anastácio 01:18, 16 Novembro 2005 (UTC)

Eu estou de acordo - se ainda não era óbvio q.b. :)) -- Nuno Tavares 01:40, 16 Novembro 2005 (UTC)

Situação em 2007Editar

Não sei o que se passou em Novembro de 2005 (data da discussão em cima), mas o que acontece agora os Pseudo-redirect contam como artigo, como demonstra esta imagem (esta imagem é das Special:Newpages, onde são apenas listados todos os artigos novos). Talvez o mediawiki tenha mudado, actualmente existem 596 pseudo-redirect, a nossa média do tamanho dos artigos já é má e com estas medidas ainda pior ficam.

Só existem duas soluções para este problema, fazer um redirect directo ao artigo com o nome correcto ou um redirect através para uma página onde se "explica" o erro e com o link certo. Mas essa segunda opção trás um inconveniente cria Salto de namespace (como é falado nas discussões mais antigas aqui nesta discussão), porque essa pagina devia de estar no dominio Wikipedia. Mas a melhor solução seria, criávamos apenas um artigo no MAIN (como acontece com as desambiguações), onde estaria listados todos os pseudos e no pseudo, seria tirado a actual predef e coloca-se #REDIRECT[[Pseudo-redirect#nome do pseudo]]. Desta forma os pseudo deixaria de ser artigos, eu sou a favor desta segunda opção.--Rei-artur 15:32, 8 Abril 2007 (UTC)

Concordo totalmente com a proposta. Salles Neto   18:40, 8 Abril 2007 (UTC)
Tá explicado o mistério. O nº de páginas sem saída aumentou consideravelmente de um dia para outro. Fui ver com mais atenção e lá estavam os pseudoredirects. Lijealso 19:57, 8 Abril 2007 (UTC)
agora lembrei-me, o melhor será mesmo no domínio Wikipedia, porque quantos redirect existe, com os chamados atalhos, era apenas mais 1, eu fiz este Galileu Galileu de exemplo, a página passaria a ter todos os redirect seria a Wikipedia:Pseudo-redirect --Rei-artur 23:12, 8 Abril 2007 (UTC)

Contanto que a página única dos pseudos seja bastante leve (pela quantidade links que abrigará), concordo com a segunda opção. Mesmo com salto do espaço de nomes me parece uma boa solução. Não é a melhor opção pois constitui um SPOF e não pode ser protegida; ela deverá ser vigiadas por várias pessoas, e um bloqueio para moções viria a calhar. Simplesmente aceitar o erro de ortografia com um redirecionamento simples é difícil de digerir para mim. Leonardo Stabile msg 23:22, 8 Abril 2007 (UTC)

Lá em cima tem:
Esta predefinição serve para marcar artigos que já tenham sido criados como erro ortográfico. Apenas são considerados válidos:

    * erros de acentuação
    * palavras homófonas

(incompleto) -- Nuno Tavares ☜ 12:39, 2 Mar 2005 (UTC)

Então seria correto mandar artigos criados somente para serem pseudos para ER (usando a regra acima). Isso é ótimo :) Salles Neto   18:05, 9 Abril 2007 (UTC)

Hoje em dia, prefiro o redirect simples. Mas aceito qualquer outra medida que venha a ser tomada. Manuel Anastácio 22:13, 9 Abril 2007 (UTC)

Está tudo certo se continuarem alertando claramente sobre os erros gramaticais ocorridos, pois o objetivo da wikipédia, como muitos afirmam, também é educar e a pessoa só é educada quando percebe o erro. Se retirarem o pseudo-redirect, mas alertarem sobre a grafia errada, concordo; mas se não mencionarem nada, discordo totalmente.   Guilherme Augusto Γουλιέλμος 22:34, 9 Abril 2007 (UTC)

A segunda opção não seria má (evidente que não é para colocar todas as variantes possíveis de uma palavra, mas só erros comuns), tirando o problema do salto de namespace. Errrmmm... já agora, qual é mesmo o problema de se ter um salto de namespace? De qualquer maneira sou a favor de qualquer coisa excepto do redirect do erro para o artigo. Lusitana 07:56, 10 Abril 2007 (UTC)

Nem mais: O redirect do erro para o artigo, justifica o erro. Ver Wikipedia:Salto de namespace e Wikipedia:Votações/Adendas à eliminação rápida/Saltos de namespace. PARG 09:18, 10 Abril 2007 (UTC)

Não entendi muito bem a sua afirmativa PARG. Você é a favor ou contra dos redirects diretos? Eu por mim sou contra, pois com redirects as pessoas normalmente não vêem que erraram e continuam errando.   Guilherme Augusto Γουλιέλμος 20:44, 10 Abril 2007 (UTC)

como todos concordam com a segundo proposta, eu vou iniciar o processo de alteração...--Rei-artur 12:45, 14 Abril 2007 (UTC)
Já me manifestei sobre os pseudo-redirects quando da última discussão sobre o assunto: continuo contra os pseudo-redirects, e contra redirect de erros a artigos. O objetivo da Wikipédia não é ensinar a escrever: no meu entender, artigos com títulos errados devem ser eliminados por ER. Mschlindwein msg 19:30, 14 Abril 2007 (UTC)

Guilherme: Sou contra os redirects de erros, já que, como disse, o redirect justifica o erro, ou seja, quem escreve errado e obtém resultado, poderá considerar que o erro está certo. Por outro lado concordo com os pseudos, discordando aí do Marcelo: Na minha opinião, enciclopédia serve para ensinar sim, para tirar dúvidas e numa clara utopia, para adquirir certezas. PARG 00:00, 15 Abril 2007 (UTC)

Estou plenamente de acordo com você PARG. Já com o Marcelo, também concordo um pouco, mas não totalmente, pois, se por acaso a pessoa procura por uma coisa e escreve errado, não achará o artigo e portanto ficará desinformada e achará que a wikipédia está incompleta. Guilherme Augusto Γουλιέλμος 13:34, 15 Abril 2007 (UTC)

Regressar à página "Pseudo-redirect".