Preguiça (pecado)

A Igreja Católica apresenta a preguiça como um dos sete pecados capitais, caracterizado pela pessoa que vive em estado de falta de capricho, de esmero, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho,[1] frequentemente associada ao ócio, vadiagem.

Na Bíblia não há registro destes 7 Pecados, no entanto traz várias orientações para evitar a preguiça, principalmente no livro de Provérbios.

ReferênciasEditar

  1. «Enciclopédia Católica Popular». sites.ecclesia.pt. Consultado em 26 de abril de 2022 
  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.