Professor Layton and the Curious Village

vídeojogo de 2007
Professor Layton and the Curious Village
Publicadora(s) Level-5
Distribuidora(s)
  • EU Nintendo of Europe
Diretor(es) Tatsuya Shinkai
Compositor(es) Tomohito Nishiura
Série Professor Layton
Plataforma(s) Nintendo DS
Lançamento
  • JP 15 de Fevereiro, 2007
  • AN 10 de Fevereiro, 2008
  • EU November 7, 2008
  • AU 10 de Abril, 2008
Gênero(s) Aventura, Puzzle
Modos de jogo Single-player
Professor Layton and the Diabolical Box

Professor Layton and the Curious Village (レイトン教授と不思議な町 Reiton-kyōju to Fushigi na Machi?) é um jogo eletrônico de puzzle e aventura, desenvolvido e publicado pela Level-5 (Japão) e Nintendo (internacionalmente), lançado em 15 de fevereiro de 2007 (Japão) e 27 de maio de 2008 (Américas) para o Nintendo DS.[1] Curious Village é o primeiro título da série Professor Layton, seguido diretamente por Professor Layton and the Diabolical Box. O jogo gira em torno do Professor Hershel Layton e seu assistente Luke Triton investigando a vila fictícia de St. Mystere, atrás de um artefato conhecido como Maçã Dourada (Golden Apple). Os moradores da ilha particularmente gostam de quebra-cabeças, e desafiarão o jogador muitas vezes a usar a tela tátil do DS para enviar respostas a seus enigmas, em troca da cooperação do morador na busca. Professor Layton and the Curious Village foi recebido com críticas geralmente favoráveis, que aclamaram tanto sua combinação dos gêneros aventura e puzzle, como suas cenas animadas e apresentação. O jogo vendeu mais de um milhão de cópias no Japão,[2] além de 3.17 milhões de cópias internacionalmente.[3]

JogabilidadeEditar

The Curious Village é um jogo de puzzle/aventura. O jogador controla Professor Layton (dublado por Christopher Miller) e seu assistente Luke (dublado por Lani Minella) em suas aventuras pela vila de St. Mystere para localizar a Maçã Dourada e solucionar outros mistérios que aparecerem durante sua busca. St. Mystere é dividida em diversas seções, algumas das quais são inacessíveis até que a história tenha avançado certo ponto ou o jogador tenha solucionado certos quebra-cabeças. O jogador pode conversar com personagens ou investigar objetos na tela ao tocá-los. Em diversos casos, personagens pedirão para que Layton e Luke solucionem um quebra-cabeça; há também quebra-cabeças ocultos, que podem ser encontrados ao investigar certos objetos. Conforme a história progride, se um quebra-cabeça tornar-se indisponível (por exemplo, se a pessoa que o oferecia partiu), ele reaparecerá na Cabana de Quebra-Cabeças (Puzzle Shack) da Granny Riddleton, em uma praça. O jogador é apresentado com cada quebra-cabeça e seu valor em picarats (a moeda do jogo), e é dado um tempo ilimitado para solucioná-lo. Cada quebra-cabeça tem três dicas disponíveis, que podem ser trocadas por moedas de dicas (Hit Coins). Se o jogador acertar a resposta do quebra-cabeça, os picarats são acrescentados à sua pontuação total. Se a resposta estiver incorreta, ele pode tentar novamente quantas vezes quiser, embora o valor de picarats ganhos diminua. Há também quebra-cabeças em que o jogador deve fazer uma sequência de movimentos, e portanto não pode enviar uma resposta errada. Quando um quebra-cabeça é concluído, o jogador pode refazê-lo quando quiser, através do menu do jogo.

ReferênciasEditar

  1. «Professor Layton comes to Nintendo DS». 2008-09-04, publisher=Nintendo. Consultado em 14 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 24 de maio de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «First Professor Layton Crosses One Million» (em inglês). Adriasang. 2011. Consultado em 7 de junho de 2011. Arquivado do original em 28 de dezembro de 2012 
  3. «Financial Results Briefing for Fiscal Year Ended March 2010» (PDF) (em inglês). Nintendo. 7 de maio de 2010. 10 páginas. Consultado em 8 de maio de 2010 

Ligações ExternasEditar