Projeção azimutal equidistante

Projeção azimutal equidistante é uma projeção cartográfica que tem um foco, que é o continente, oceano ou área que está localizado no meio da projeção. Não preserva a forma dos continentes nem suas dimensões, porém mantém as mesmas distâncias, daí a denominação equidistante. As maiores deformações estão em suas áreas periféricas. É aquela na qual, nos mapas-múndi, a representação das distâncias entres regiões é precisa. Elaborada pela primeira vez por Guilherme Postel em 1581, essa projeção adota como centro de um ponto qualquer do planeta para que seja possível medir a distância entre esse ponto e qualquer outro lugar. Por isso esse tipo de projeção é utilizada especialmente para definir rotas aéreas ou marítimas.

Uma projeção azimutal equidistante do Polo Sul se estendendo até o Polo Norte

É a típica projeção geopolítica de um país, porque coloca esse Estado como se fosse o centro do mundo e diminui a forma e as dimensões dos outros países. Assim, cada Nação utiliza dessa projeção para mostrar o seu modo de ver o mundo.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.