Abrir menu principal
Pioneer Venus Orbiter
Descrição
Duração da missão 20 de maio de 1978 até agosto de 1992
Propriedades
Massa 517 kg
Missão
Destino Vênus
Fim da missão agosto de 1992

A missão Pioneer a Vênus consistiu de dois componentes, lançados separadamente. Pioneer Venus 1 ou Pioneer Venus Orbiter foi lançado em 1978 e estudou o planeta por mais de uma década depois da inserção orbital em 1978. Pioneer Venus 2 ou Pioneer Venus Multiprobe mandou quatro pequenas sondas para a atmosfera de Vênus. Isso foi gerenciado pelo Ames Research Center da NASA como parte da série de sondas Pioneer que incluiu também Pioneer 10 e Pioneer 11.

Pioneer Venus OrbiterEditar

 Ver artigo principal: Pioneer Venus 1
  • Data de lançamento: 20 de maio de 1978
  • Veículo de lançamento: Atlas-Centaur
  • Massa: 517 kg
  • Sistema de energia: painéis solares de 312 W

A Pioneer Venus Orbiter foi inserida em uma órbita elíptica ao redor de Vênus em 4 de dezembro de 1978. O orbitador era um cilindro de 2,5 m de diâmetro e 1,2 m de altura. Todos os instrumentos e subsistemas da nave foram montados na extremidade dianteira do cilindro, com exceção do magnetômetro. Ela foi fabricada pela Hughes Aircraft Company.

A Pioneer Venus Orbiter levou 17 experimentos (com uma massa total de 45 kg):

  • Um fotopolarímetro de nuvens para medir a distribuição vertical das nuvens, similar ao fotopolarímetro de imagens da Pioneer 10 e Pioneer 11.
  • Um radar mapeador da superfície para determinar topografia e características da superfície.
  • Um radiômetro infravermelho para medir emissões infravermelhas da atmosfera.
  • Um espectrômetro ultravioleta para medir emissões ultravioleta e dispersas da atmosfera.
  • Um espectrômetro de massa neutra para determinar a composição da atmosfera superior.
  • Um analisador de plasma do vento solar para medir propriedades do vento solar.
  • Um magnetômetro para caracterizar o campo magnético em volta de Vênus.
  • Um detector de campo elétrico para estudar o vento solar e suas interações.
  • Uma sonda de temperatura de elétrons para estudar as propriedades termais da ionosfera.
  • Um espectrômetro de massa de íons para caracterizar a população de íons da ionosfera.
  • Um analisador de partículas carregadas para estudar partículas ionosféricas.
  • Dois experimentos científicos de rádio para determinar o campo gravitacional de Vênus.
  • Um experimento de ocultações de rádio para caracterizar a atmosfera.
  • Um experimento de arrasto atmosférico para estudar a atmosfera superior.
  • Um experimento de ciência atmosférica de rádio e turbulência do vento solar
  • Um detector de erupções de raios gama.

Da inserção orbital em Vênus em julho de 1980, o periastro foi realizado entre 142 e 253 km (na latitude 17 graus norte) para facilitar medições ionosféricas e de radar. A sonda estava em uma órbita de 24 horas com apoastro de 66 900 km. Depois disso, o periastro pôde aumentar (no máximo 2290 km) e depois cair, para economizar combustível. Em 1991 o mapeador de radar foi reativado para investigar porções inacessíveis do planeta, em conjunção com a sonda Magellan. Em maio de 1992 a Pioneer Venus começou a fase final da missão, na qual o periastro foi atingido entre 150 e 250 km, até o combustível acabar e a entrada atmosférica destruiu a sonda em agosto'.

Pioneer Venus MultiprobeEditar

 Ver artigo principal: Pioneer Venus 2
 
Pioneer Venus Multiprobe.
  • Data de lançamento: 8 de agosto de 1978
  • Veículo de lançamento: Atlas-Centaur
  • Massa: 290 kg (ônibus), 315 kg (sonda grande), 90 kg (cada sonda pequena)
  • Sistema de energia: painel solar de 241 W (ônibus); baterias (sondas)

A Pioneer Venus Multiprobe consistiu de um ônibus que carregou uma sonda atmosférica grande e outras três pequenas. Nenhuma sonda tinha capacidade fotográfica e de análise do solo. Elas não foram designadas nem mesmo para um pouso macio; a sonda grande tinha um paraquedas, mas as pequenas não. Sobrevivência à superfície era considerado um bônus. Todas as sondas sobreviveram ao pouso, mas somente a Sonda Dia sobreviveu por um período significativo após o impacto.

Todas as sondas entraram na atmosfera de Vênus em 9 de dezembro de 1978, seguidas do ônibus.

Sondas Pioneer Venus: entrada atmosférica e impacto (UT)
Sonda Grande Sonda Norte Sonda Dia Sonda Noite Ônibus
Entrada (200 km) 18:45:32 18:49:40 18:52:18 18:56:13 20:21:52
Impacto 19:39:53 19:42:40 19:47:59 19:52:05 (sinal perdido à altitude de 110 km)
Perda de sinal 19:39:53 19:42:40 20:55:34 19:52:07 20:22:55
Ângulo do zênite solar 65,7 108,0 79,9 150,7 60,7
Hora local em Vênus 7:38 3:35 6:46 0:07 8:30

ReferênciasEditar