Proselitismo

O proselitismo (do latim eclesiástico prosélytus, do grego προσήλυτος) é o intento ou empenho de converter pessoas, ou determinados grupos, a uma determinada ideia ou religião, ou conseguir adeptos via instrução oral.[1] É semelhante à catequese.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b XI Congresso Luso Afro Brasileiro de Ciências Sociais Arquivado em 11 de dezembro de 2013, no Wayback Machine. - Págs. 3 e 4 “O proselitismo abrange um vasto leque de acções, decorrentes do direito mais vasto de manifestar as suas convicções religiosas, tentando convencer os outros (que beneficiam de direitos correspondentes como o de modificar as suas crenças) da verdade e benefícios das respectivas convicções” - Sara Guerreiro. As Fronteiras da Tolerância - Liberdade Religiosa e Proselitismo na Convenção Europeia dos Direitos do Homem. [S.l.]: Almedina. 307 páginas. ISBN 9789724025094 
  2. «proselitismo». Wikcionário. Consultado em 5 de fevereiro de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.