Puma GT4R

O Puma GT-4R é um dos carros mais exclusivos fabricados no Brasil. A origem deste automóvel vem da ideia de a revista “Quatro Rodas” (que deu origem ao nome) presentear três de seus leitores com um esportivo especialmente produzido para eles e a opção lógica foi pela marca Puma.

Puma GT4R
Visão geral
Produção 1969
Fabricante Puma Veículos e Motores Ltda.
Modelo
Classe Esportivo
Carroceria Coupé
Ficha técnica
Motor 1,6l (4 cilindros, Boxer)
Transmissão Manual: 4 + ré
Modelos relacionados Puma GT
Karmann Ghia
Dimensões
Entre-eixos 2.150
Largura 1.580
Altura 1.160
Tanque 40

O projeto teve inicio no em 1969: durante o primeiro semestre os leitores puderam acompanhar a evolução do projeto pela referida revista.

A plataforma, como o Puma GT, era a mesma do Karmann Ghia, o estilo teve referência, principalmente, em automóveis produzidos nos Estados Unidos e na Itália.

Em Julho de 1969 as edições da revista começaram a incluir cupons para concorrer ao automóvel e em outubro conheceu-se os felizardos.

A motorização adotada foi o "novo" 1.600 a ar (o Puma GT era 1.500), com carburação Solex 32/34 e comando de válvulas P2. Cogitou-se a adoção de um motor 1.800, porém a opção pelo 1.600 foi uma opção por maior confiabilidade.

Um quarto automóvel foi posteriormente vendido e emplacado apenas como "GT". Sendo encerrada assim a produção de 6 unidades.

Hoje se sabe da localização de todos, apenas o último deles não dispõem de chassis.[1]

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre automóveis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.