Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2019). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Quartzo rosa
Um elefante esculpido em quartzo rosa, 4 polegadas (10 cm) de comprimento

Quartzo rosa ou Quartzo róseo é um tipo de quartzo, que tem uma tonalidade cor-de-rosa clara (mais luminosa e brilhante). A cor deve-se geralmente a uma quantidade pequena de impurezas de titânio no material maciço e, como tal, raramente se encontra na forma de cristal. A verificar-se, a sua cor deve-se a um fosfato e não a uma impureza. Os primeiros cristais foram encontrados na pegmatite, encontrada próximo a Rumford, Maine, EUA, mas a maioria de cristais no mercado vêm de Minas Gerais, Brasil.

Não é muito popular como gema facetada porque sua cor cor-de-rosa clara é frequentemente demasiado pálida e as pedras são sempre fuscas, e tenham, muito frequentemente, falhas grandes. Quando o quartzo cor-de-rosa é cortado em cabochons, ou arredondado em grânulos para colares ou esculpido, torna-se de longe mais eficaz.

A pedra é símbolo do signo de Touro. É também o símbolo do amor. Os exemplares mais apreciados pelos colecionadores são os cristais quase transparentes (diz-se quase porque a sua transparência nunca é total) que no mercado chegam a atingir preços elevados. O quartzo rosa é a variedade mais valiosa dos quartzos translúcidos. Os exemplares mais espetaculares vêm de Madagascar, onde encontram-se os melhores exemplares incluindo os cristais quase transparentes, contudo a produção do Brasil é mais abundante.

*Ver tambémEditar

  Este artigo sobre um mineral ou mineraloide é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.