Abrir menu principal

Quinta do Sumidouro

imóvel rural histórico no Brasil
Quinta do Sumidouro
Tipo museu, casa, fazenda
Inauguração 1674 (345 anos)
Operador(a) Governo de Minas Gerais
Geografia
Coordenadas 19° 32' 10.37" S 43° 56' 5.19" O
Localização Pedro Leopoldo, Minas Gerais
País Brasil

A Quinta do Sumidouro é um imóvel rural fundado durante a bandeira de Fernão Dias em 1674 no interior da colônia brasileira. O imóvel se localiza no distrito de Fidalgo, município de Pedro Leopoldo, Minas Gerais. Serviu de residência temporária a Fernão Dias e seu genro Borba Gato, bem como forneceu mantimentos e víveres para os sertanistas das expedições em busca de minerais preciosos..[1][2]

Juntamente com a Capela de Nossa Senhora do Rosário, a Casa e Sítio da Quinta do Sumidouro tem suas origens na expedição bandeirante de 1674. Conta a tradição que o aventureiro, diante das grandes dificuldades dos caminhos e carência de recursos, fixou parte da expedição no local denominado "Anhanhonhacanhuva", que significa em tupi: água parada que some no buraco, onde construíram o arraial de São João do Sumidouro.

Fernão Dias escolheu nos arredores um sítio de terras mais férteis para o plantio extensivo, onde construiu sua residência, ficando o local conhecido como "Quinta do Sumidouro". Data provavelmente desta época a edificação da Capela do Rosário da Quinta do Sumidouro e local onde veio a falecer, que pode ser incluída entre as primeiras capelas de Minas Gerais.

Referências

  1. «Quinta do Sumidouro: o futuro pode ser bem melhor do que foi ontem.». Secretaria do Meio Ambiente de Minas Gerais. Consultado em 10 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 10 de janeiro de 2014 
  2. «Parque Estadual do Sumidouro ganha unidade de apoio operacional». Inst. Estadual de Florestas - MG. 31 de agosto de 2007. Consultado em 10 de janeiro de 2014