Rekopis znaleziony w Saragossie

filme de 1965 dirigido por Wojciech Jerzy Has

Rękopis znaleziony w Saragossie (bra: O Manuscrito de Saragoça; prt: Manuscrito Encontrado em Saragoça) é um filme polaco dirigido em 1964 por Wojciech Has, com Zbigniew Cybulski, Kazimierz Opaliński, Iga Cembrzyńska e Joanna Jędryka.

Rękopis znaleziony w Saragossie
Manuscrito Encontrado em Saragoça[1] (PRT)
O Manuscrito de Saragoça[2] (BRA)
 Polónia
1964 •  pb •  
Direção Wojciech Has
Roteiro Tadeusz Kwiatkowski
Baseado em Manuscrit trouvé à Saragosse, de Jan Potocki
Elenco Zbigniew Cybulski
Kazimierz Opaliński
Iga Cembrzyńska e
Joanna Jędryka
Género filme de drama
filme de fantasia
filme de aventura
filme de suspense
Idioma língua polonesa

O filme baseia-se na obra Manuscrit trouvé à Saragosse de Jan Potocki.

SinopseEditar

Baseado num romance do etnógrafo Jan Potocki, de 1804, a história é reveladora do interesse do autor pelas culturas do Médio Oriente e do Norte de África. O filme tem muitas das características do cinema de Wojciech Has, de carácter épico e surreal. A banda sonora foi composta por Penderecki. O filme inicia-se com uma celebrada sequência de batalha no Cerco de Saragoça e decorre, depois, por diversos cenários marcados pela presença de castelos e inclui uma ida ao purgatório. O personagem principal é o Conde Potocki que, durante o cerco, encontra um manuscrito misterioso que se refere a um dos seus ascendentes.

  A Wikipédia tem os portais:

Referências

  Este artigo sobre um filme do cinema polonês é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.