Abrir menu principal

A Raça Rabo Largo de ovinos origina-se do cruzamento de animais da raça Crioula[1] e com outros animais de raças quaisquer, vindos da África, de cauda gorda.

Índice

Origem do nomeEditar

A raça de ovinos 'Rabo Largo', é chamada assim por possuir um depósito de gordura que se desenvolve na cauda[2]

Vindo da africa, hoje é particularmente criado no nordeste brasileiro[1], e consumido por pessoas de todo o Brasil, principalmente por nordestinos que vivem em outras regiões.

FenotipoEditar

  • Podem apresentar as cores branca ou branca com a cabeça de diversas cores: vermelha, branca e suas combinações. Pêlos curtos e médios, podendo haver vestígios de lã.
  • Cabeça curta. Pode ser mocha ou com chifres, médios ou longos. Orelhas firmes e pequenas.
  • Dorso reto, garupa com boa camada de gordura subcutânea, cauda média e base larga com espessa camada de gordura (daí o nome da raça).
  • Ossos finos, cascos claros ou escuros. Bons aprumos, jarretes fechados, não se tocando.

Adaptação e usoEditar

Referências

  1. a b c «Rabo Largo». Grupo Uniovinos. Consultado em 26 de maio de 2013 [ligação inativa]
  2. «Raça Ovina Rabo Largo» (PDF). INCT Informação Genética-Sanitária da Pecuária Brasileira. Consultado em 25 de Maio de 2013. Arquivado do original (PDF) em 26 de abril de 2015 
  3. «Caracterização das raças de ovinos existentes no Brasil / Raça: Rabo Largo». Bioclimatologia animal on line. Consultado em 26 de maio de 2013 

Ligações externasEditar