Rafno (em latim: Rafnus) era um guerreiro norueguês do século I, ativo durante o reinado do rei Gotaro. Aparece apenas nos Feitos dos Danos de Saxão Gramático.

Rafno
Nascimento século I
Noruega
Morte século I
Costa da Dinamarca
Nacionalidade Escandinávia
Religião Paganismo nórdico
Causa da morte Morto em combate

VidaEditar

Rafno era um guerreiro norueguês do tempo do rei Gotaro. Quando o rei foi dissuadido por Érico, o Eloquente de seu plano de invadir a Dinamarca e depor Frodo III, enviou Rafno para fazer raides na costa danesa. Ao chegar, foi avistado pelo almirante e mágico Odão. Segundo Saxão Gramático:[1]

[..] entorpeceu a visão do inimigo pelo poder de seus encantamentos, de modo que acreditavam que as espadas dinamarquesas brandidas à distância emitiam raios e piscavam como se estivessem em chamas. A visão deles estava tão enfraquecida que nem conseguiam olhar para uma lâmina tirada de sua bainha, pois seus olhos estavam superados pelo brilho e achavam o brilho ilusório insuportável. Rafno foi morto junto com a maioria de seus marinheiros, de modo que apenas 6 navios voltaram à Noruega para provar ao rei que os dinamarqueses não poderiam ser esmagados.

Referências

  1. Saxão Gramático 2015, p. 264-265 (V.2.4).

BibliografiaEditar

  • Saxão Gramático (2015). Friis-Jensen; Karsten, ed. Gesta Danorum - The History of the Danes Vol. I. Traduzido por Fisher, Peter. Oxônia: Clarendon Press