Raimundo I de Ruergue

(Redirecionado de Raimundo I de Rouergue)

Raimundo I de Ruergue ou também Raimundo I de Tolosa ou ainda Raimundo I de Limoges (? - 865), foi um nobre da Alta Idade Média francesa com origem na dinastia Raimundiana.[1]

Raimundo I de Ruergue
Morte 865
Pai Fulcoaldo de Ruergue
Mãe Senegunda

BiografiaEditar

Foi conde de Tolosa-Ruergue no período carolíngio, pertencente, Conde de Limoges entre 841 e 865), Ruergue e de Quercy entre 849 e 865. Foi também conde de Tolosa e de Albi entre 852 e 865).[2][3]

Foi o filho mais novo de Fulcoaldo de Ruergue e Senegunda, sendo esta sobrinha de Guilherme de Gellone através de sua irmã Alda.

Em 852, com a morte de seu irmão Fredo I de Tolosa (849-852), ele que já era conde de Limoges, Ruergue e Quercy, recebeu os condados de Tolosa e Albi.

Em 3 de novembro de 862 procedeu á fundação do santuário conhecido como a Abadia de Vabres, primeiro patrimônio Raimundiano.

Em 862, os seus territórios foram atacados por Hunifredo de Ampúrias (858-862), conde de Barcelona (858-864), do Rossilhão, de Gerunda e marquês da Septimânia, acontecimento que o forçou a abdicar de Limoges. Um ano depois, em 863, foi também forçado a abdicar das possessões de Ruergue e Tolosa.

Quando de sua morte, em 865, ele estava lutando por manter seus domínios contra Sunifredo II de Ampúrias o novo conde das Ampúrias (862-915) e de Rossilhão

Relações familiaresEditar

Foi o filho mais novo de Fulcoaldo de Ruergue (c. 840 -?) e Senegunda de Ruergue (785 -?), filha de Fredelão de Ruergue e de Berta ou Aude de Autun.

Casou-se com Berta de Ruergue também conhecida como Berta de Reims, filha de Rémi de Reims (c. 790 -?) e de Arsinda de Ponthieu, de quem teve:

  1. Bernardo II de Toulouse, conde de Tolosa, de Ruergue, de Quercy, de Albi e de Nîmes
  2. Fulcaldo I de Limoges, visconde de Limoges
  3. Odão I,[4] conde de Tolosa, de Ruergue, de Quercy e Duque da Septimânia, casou com Gracinda de Albi, filha de Ermengol de Albi também denominado como Atão II Trencavel e de Diafronissa,
  4. Herberto ou Ariberto, abade na Abadia de Vabres,
  5. Faquilena de Ruergue e que foi casada com Lobo I de Bigorre, conde de Bigorre

Referências

  1. Claude Devic und Joseph Vaissète: Histoire générale de Languedoc Vol. 2 (1840), S. 474, ohne Quellenangabe
  2. Lewis, Archibald R. University of Texas Press: Austin, 1965.
  3. Luiz de Mello Vaz de São Payo, A Herança Genética de D. Afonso Henriques, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 2002, pág. 287.
  4. Eudes de Ruergue e Tolosa - L'Enciclopèdia.cat. Barcelona: Grup Enciclopèdia Catalana

Precedido por
Fredo I
Conde de Tolosa
1095 - 1103
Sucedido por
Hunifredo de Gótia
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.