Disambig grey.svg Nota: Não confundir com raion.

Raiom ou rayon é um tecido de fibra celulósica, um dos primeiros tecidos artificiais, surgiu em 1885 quando ainda chamado de "seda artificial", o nome "raiom" só se estabeleceu em 1924.[1] Derivado da polpa da madeira, tem características parecidas com o algodão: é bastante resistentes, modela-se facilmente e é macio; a fibra de raiom tem boa absorção, é confortável e é tingida com facilidade. [1]

A palavra raiom pode ser definida como: "um termo genérico para filamentos produzidos a partir de vários soluções de celulosa modificadas por prensagem ou através da disposição da solução de celusosa por um orifício e então solidificando a solução na forma de filamentos"[2]

É um material aplicado como reforço estrutural em correias de transmissão de força (correias tipo V) quando inserido no interior da correia impregnada com borracha. [3]

TiposEditar

Há três tipos raiom:[1]

Raiom de acetato
Raiom de cupramônio
Raiom de viscose

LyocellEditar

Lyocell é uma forma de rayon que consiste em fibra de celulose feita a partir de polpa de dissolução (polpa de madeira branqueada) usando fiação a jato seco. Foi desenvolvido em 1972 por uma equipe da agora extinta instalação de fibras American Enka na cidade de Enka, Carolina do Norte. Em 2003, esse desenvolvimento foi reconhecido pela Associação Americana de Químicos e Coloristas Têxteis (AATCC), pela concessão de seu Henry E. Millson Award for Invention.

ModalEditar

Modal é um tipo de rayon, uma fibra de celulose semi-sintética produzida por fiação de celulose reconstituída. O Modal é usado sozinho ou com outras fibras (geralmente algodão ou elastano) em roupas e utensílios domésticos, como pijamas, roupas íntimas, roupões de banho, toalhas e lençóis.

O Modal é processado sob diferentes condições para produzir uma fibra que é mais forte e mais estável quando está úmida do que o rayon padrão, mas apresenta uma sensação suave, semelhante ao algodão. Pode ser lavado na máquina sem danificar devido ao seu maior alinhamento molecular. [Sabe-se que o tecido comprime menos que o algodão devido às propriedades das fibras e menor atrito superficial

GaleriaEditar

Referências

  1. a b c Udale, Jenny (1 de março ode 2015). Tecidos e Moda - 2.ed.: Coleção Fundamentos de Design de Moda. [S.l.]: Bookman Editora. p. 53. ISBN 978-85-8260-242-3  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. Brooks Picken, Mary (24 de julho de 2013). A Dictionary of Costume and Fashion: Historic and Modern (em inglês). [S.l.]: Courier Corporation. pp. 270–. ISBN 978-0-486-14160-2 
  3. Richard., Budynas,. Elementos de mâaquinas de Shigley : projeto de engenharia mecânica Octava edición ed. Porto Alegre: [s.n.] ISBN 9788580550429. OCLC 872663703