Abrir menu principal
RbAM Triunfo (R-23)
RbAM Triunfo (R-23).jpg
Rebocador de alto mar RbAM Triunfo (R-23)
Carreira
Proprietário Marinha do Brasil
Lançamento 2 de setembro de 1979
Porto de registo BNN (Base Naval de Natal)
Estado em operação
Características gerais
Classe rebocador
Tonelagem 1 350 (padrão); 1 680 (plena carga)
Comprimento 53,2 m [1]
Calado 3,4 m
Velocidade 12 nós
Armamento 2 Metralhadoras automáticas Oerlikon 20 mm
Tripulação 46 homens

O RbAM Triunfo (R-23) é um rebocador de alto mar (RbAM) da Classe Triunfo, operado pela Marinha do Brasil. O nome foi herdado do antigo rebocador RbAM Triunfo (R-3) que esteve a serviço da Armada entre 1945 e 1985.

Índice

ConstruçãoEditar

Foi construído no Estaleiro da Amazônia (ESTANAVE) em Manaus,[2] em continuidade ao Programa de Reaparelhamento da Marinha por meio da construção de embarcações de guerra no país, com o propósito de incentivar a construção naval.

Construído pela ESTANAVE como "supply boat" com o nome de Sorocaba, para a PETROBRAS por contrato datado de 24 de Outubro de 1975. O casco encomendado foi transferido para a Marinha do Brasil.

  • Lançamento: 2 de setembro de 1979
  • Incorporação: 23 de julho de 1986

Navega sob os lemas "Salvar no Mar" e "Conte Conosco".

Referências

  1. «Base Naval de Natal realiza docagem do RbAM Triunfo e do NPa Goiana». Marinha do Brasil. Consultado em 2 de janeiro de 2015 
  2. Guilherme Wiltgen (1 de junho de 2012). «RbAM 'Triunfo' aberto à visitação pública em Fortaleza». Consultado em 2 de janeiro de 2015 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar