Abrir menu principal

Reduto de São João Batista de Fernando de Noronha

Reduto de São João Batista de Fernando de Noronha
Os Dois Irmãos e a praia do Sancho, Fernando de Noronha, Brasil.
Brazilian States.PNG
Construção José I de Portugal (1757)
Estilo abaluartado

O Reduto de São João Batista de Fernando de Noronha, também referido como Fortim de São João ou Reduto Dois Irmãos, localizava-se na ilha de Fernando de Noronha, no arquipélago de mesmo nome, no estado de Pernambuco, no Brasil.

Em posição dominante na encosta do morro Dois Irmãos, integrava a defesa do setor Noroeste da ilha. Cruzava fogos com o Reduto de São Pedro da Praia do Boldró de Fernando de Noronha, na defesa das praia da Cacimba do Padre e praia do Sancho, as últimas do chamado "mar de dentro" onde era possível um desembarque.

Índice

HistóriaEditar

Foi erguido a partir de 1757 com planta no formato de um polígono trapezoidal com três baterias, com acesso por um revelim de ponte levadiça (GARRIDO, 1940:57). Sobre o terrapleno, pelo lado de terra, erguiam-se dois edifícios ("Reducto de S. João Bapta. nos dous Irmãos", s.d., Arquivo Nacional da Torre do Tombo, Lisboa). Foi guarnecido à época por um 1º Sargento e treze praças, e artilhado com seis peças de ferro (BARRETTO, 1958:128-129).

Figura em um mapa inglês da ilha de Fernando de Noronha (Londres, 1793. apud SECCHIN, 1991:10-11), com o nome de Forte de São Joaquim, tradicionalmente localizado pela historiografia brasileira em história das fortificações, no lado oposto da ilha, onde o mesmo mapa exibe um forte com o nome de Forte Sul (ver Reduto do Bom Jesus de Fernando de Noronha).

GARRIDO (1940) reporta que, abandonada, à época (1940), a estrutura encontrava-se em ruínas (op. cit., p. 57).

BibliografiaEditar

  • BARRETO, Aníbal (Cel.). Fortificações no Brasil (Resumo Histórico). Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, 1958. 368 p.
  • GARRIDO, Carlos Miguez. Fortificações do Brasil. Separata do Vol. III dos Subsídios para a História Marítima do Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Naval, 1940.
  • IRIA, Alberto. IV Colóquio Internacional de Estudos Luso-Brasileiros - Inventário geral da Cartografia Brasileira existente no Arquivo Histórico Ultramarino (Elementos para a publicação da Brasilae Monumenta Cartographica). Separata da Studia. Lisboa: nº 17, abr/1966. 116 p.
  • SECCHIN, Carlos. Arquipélago de Fernando de Noronha (2ª ed.). Rio de Janeiro: Cor/Ação Editora, 1991. 160 p. il. mapa.
  • SOUSA, Augusto Fausto de. Fortificações no Brazil. RIHGB. Rio de Janeiro: Tomo XLVIII, Parte II, 1885. p. 5-140.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar