Reino Unido da Liberdade

Reino Unido da Liberdade
Fundação 5 de setembro de 1981 (38 anos)[1]
Cores
Verde
Branco
Símbolo Coroa[1]
Bairro Morro da Liberdade[1]
Presidente Reginei Rodrigues
Presidente de honra João Tomé Mestrinho
Desfile de 2019
Enredo Tambores, Crenças e Costumes Afro-Brasileiros – A Benção Mãe Zulmira
Site Oficial

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Reino Unido da Liberdade é uma escola de samba de Manaus.[2] Uma das maiores agremiações carnavalescas da cidade,[2] possui 13 (treze) títulos de campeã, sendo sete consecutivos, nos anos de 1989, 1990, 1995, 1996, 1997, 1999, 2011, 2012, 2014, 2016 (em um empate com a Aparecida), 2017, 2018 e 2019, onde ganhou por um décimo de diferença, e 8 vice-campeonatos nos anos de 1988, 1993, 2001, 2006, 2007, 2009, 2010, 2015. O enredo mais famoso e marcante de todos foi “Mãe Zulmira – O Amanhecer de Uma Raça”.[2]

Sua quadra fica na Alameda São João, chamada de Terreirão do Samba Mãe Zulmira Gomes,[carece de fontes?]

História

A Reino Unido da Liberdade surgiu oficialmente em 5 de setembro de 1981 em uma reunião de amigos no bairro Morro da Liberdade.[3] A fundação se deu na rua Santa Rosa, casa de um dos fundadores, apelidado de Pirulito, e contou com a participação, entre outros, do ex-vereador Bosco Saraiva, Jairo Beira-Mar, Francisco Maciel, Vicente Neto e Mestre Kalama.[3]

Inicialmente eles formaram um bloco de rua chamado Unidos do Morro.[2] Na segunda-feira gorda de carnaval de 1982, a agremiação desfilava o seu primeiro carnaval com uma média de 600 (seiscentos) figurantes divididos em alas distintas, uma bateria com 40 (quarenta) instrumentos, 04 (quatro) carros alegóricos, idealizados e fabricados pelo artista plástico Pepe Fonnã (primeiro carnavalesco, figurinista e artesão), e 04 (quatro) destaques. O enredo era uma alusão à participação do Brasil na Copa do Mundo daquele ano.[2]

Aos poucos a agremiação cresceu até se tornar escola de samba em 1986[3], chegando ao Grupo Especial em 1987.[3] Nesse ano, adotou definitivamente a denominação atual.[2] Em 1989, apresentou o samba sobre Mãe Zulmira, que ficou conhecido popularmente como "Axé Mãe Preta", sendo o destaque do carnaval daquele ano.[2]

Em 2016, a escola apresentou a comunicação como enredo, apresentando-a desde os tempos das cavernas, onde o homem aprendia a se comunicar, até os dias de hoje, com as redes sociais. Nesse ano, a Reino venceu o campeonato deste ano, empatada com a Aparecida.

Em 2017, a Fundação Amazônia Sustentável foi homenageada pela agremiação, enredo que lhe garantiu o título do Carnaval daquele ano.

Em 2019 se sagrou tetracampeã do grupo especial do Carnaval de Manaus. [4]

Segmentos

Presidentes

Nome Mandato Ref.
Jairo de Paula Beira-Mar 2006 - 2011 [5]
Mario Fabio Pierre 2012 - 2013
Ney Rodrigues 2014 - 2015 [6]
Jairo de Paula Beira-Mar 2015-2016 [7]
Ney Rodrigues 2017 - Atual

Presidentes de honra

Nome Mandato Ref.
João Tomé Mestrinho ? - atualidade

Diretores

Ano Diretor de Carnaval Diretor de harmonia Mestre de bateria Ref.
2013 Jairo Beira-Mar
Ivan de Oliveira
Fabio Rodrigues Iron [8]
2014 Jairo de Paula Beira Mar Fabio Rodrigues Iron
2015 Jairo de Paula Beira Mar Clemilton Pinto Mestre Dalton Trindade
2016 Clemilton Pinto Mestre Dalton Trinidade
2017 Fabio Rodrigues Mestre Nica
2018 Clemilton Pinto Mestre Nica

Coreógrafo

Ano Nome Ref.
2014-2015 Tony Botelho
2017 Tony Botelho
2018 Tony Botelho

Casal de mestre-sala e porta-bandeira

Ano Nome Ref.
2013 Nilson do Reino e Elane Batista
Emerson Nascimento e Anik Sena
[8]
2014 - 2016 Elane Batista e Nêgo do Reino [9]
2016 Elane Batista e Nêgo do Reino
2017 Dayane Serra e Nêgo do Reino
2018 Dayane Serra e Nêgo do Reino

Corte de bateria

Ano Rainha Madrinha Musa Ref
2013 Kellyn Yasmin - - [8]
2014 - 2015 Ana Luíza Carneiro Erika Leão Josiane Valle [10]
2016 Vanessa Costa Erika Leão Josiane Valle / Ana Luíza Carneiro
2017 Vanessa Costa Erika Leão Josiane Valle
2018 Vanessa Costa Erika Leão Josiane Valle

Carnavais

Reino Unido da Liberdade
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
1982 Bloco Espanha, Brasil Tetra Campeão Pepê Fonnã Zeca do Passo [11]
1984 Vice-campeã 2º Grupo Morro Bandeira do Samba
1985 2º Grupo Levanta e Canta, O Reino Unido Vai Passar
1986 Campeã 2º Grupo Eduardo Ribeiro, O Pensador
1987 4º lugar 1º Grupo Hoje a Arte Vai Brilhar
1988 Vice-campeã 1º Grupo Conta Amazonas
1989 Campeã 1º Grupo Mãe Zulmira, o Amanhecer de um Raça [1][12]
1990 Campeã 1º Grupo Vem a Mais de Mil [12]
Em 1991, não ocorreu desfile
1992 3º lugar Especial A Festa Continua
1993 Vice-campeã Especial Doce Vida
1994 4º lugar Especial A Saga do Sonho Perdido Contra os Guardiões do Medo
1995 Campeã Especial Floresta, Festa, Festança [12]
1996 Campeã Especial Relato de um Certo Oriente [12]
1997 Campeã Especial Se Navegar é Preciso, Vou de Caravelas [12]
1998 3º lugar Especial Malandro Sou Eu
1999 Campeã Especial Armando Brasileiro [12]
2000 4º lugar Especial Nem Guarany... Nem Guaraná...
2001 campeã Especial A Volta que o Conde D'Eu
2002 7º lugar Especial Divina Cachoeira

Compositores:Ivan Mendonça, Madureira, Jacy Guimarães e a velha-guarda do Reino

Ulisses do Reino [13]
2003 3º lugar Especial André Araújo - Muito Mais que uma Avenida

Graça Castro e Ulisses do Reino

Ulisses do Reino [14]
2004 3º lugar Especial Te Vejo, Te Desejo, Te Beijo! Tudo é Carnaval

Compositores:Magno da Vila, Paulo Onça e Arnoldo

Galo do Reino [15]
2005 5º lugar Especial Energia da Luz que Conduz ao Reino Unido que me Seduz

Compositores:Maurício, Madureira, Ivan Mendonça, J. Varela e Marcão

Marcelo Buiú [16]
2006 Vice-campeã Especial Meu Riacho... Se Vida Era, Vida Será

Compositor: Carlão

Wilson de Cima [17]
2007 Vice-campeã Especial Minha Terra tem Ópera onde Canta a Natureza

Compositores: Mingua, Émrson Souza, Pierre e Shinha 100%

Wilsinho de Cima [18]
2008 3º lugar Especial Justa e Perfeita: a Libertação da Negra Raça no Amazonas

Compositores: Mingau, Pierre, Elvis de Paula e Daniel

Comissão de Carnaval
Shangai, Bosco Saraiva e Chocolate.
Wilsinho de Cima [12][19]
2009 Vice-campeã Especial O Centenário dos Aprendizes Artífices no Reino do Saber, do Samba, e da Alegria Comissão de Carnaval
Shangai, Bosco Saraiva e Chocolate.
2010 Vice-campeã Especial O Morro Canta, o Amazonas se Encanta com a Saga do Boto que Navegou Sem Medo Comissão de Carnaval
Shangai, Bosco Saraiva e Chocolate.
2011 Campeã Especial Num Reino de Maravilhas e Esplendor, a Mulher é deusa, guerreira, sedutora e bela, luz que não se apaga Almir Nascimento [20]
2012 Campeã Especial Um menino, um sonho, uma obra - o amor de Dom Bosco virou realidade Almir Nascimento [21][22]
2013 3º lugar Especial O Livro! Porque no morro o samba é lê-ler.

Compositores: Clenio Franciné, Altemir Souza, Jair Tapajós, Célio Cruz, Frank Ricardo, Neilo Batista e Mestre Major

Fernando Dias Nego Léo [1][21][23][8]
2014 Campeã Especial No Reino do carnaval, já sorri, chorei, sambei e a liberdade conquistei Fernando Dias
2015 Vice-campeã Especial Construção: Obra-Prima da Humanidade Comissão de Carnaval
2016 Campeã Especial Na arte de se comunicar, vem meu Reino encantar Comissão de Carnaval
2017 Bi-Campeã Especial No Reino das Fontes da Vida, o Morro em Movimento Sustentável faz a Diferença Comissão de Carnaval [24]
2018 Tri-Campeã Especial Ao Mestre Com Carinho. Na Escola da Vida, eu sou o Professor! Nego Léo
2019 Tetra-Campeã Especial Tambores, Crenças e Costumes Afro-Brasileiros – A Benção Mãe Zulmira
2020 Especial Turismo

Referências

  1. a b c d e «G. R. E. S. Reino Unido da Liberdade». A Critica. 9 de fevereiro de 2013. Consultado em 12 de maio de 2013 
  2. a b c d e f g Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 184 e 185 
  3. a b c d Agite manaus. «As escolas». Consultado em 25 de julho de 2016 
  4. Hol, Portal do; a. «Reino Unido é tetracampeã do grupo especial do carnaval de Manaus». www.portaldoholanda.com.br. Consultado em 4 de março de 2019 
  5. [1]
  6. [2]
  7. senado.leg.br. «Requerimento Nº 48, DE 2016». Consultado em 12 de janeiro de 2017 
  8. a b c d Marcos Santos (9 de fevereiro de 2013). «Escolas do Grupo Especial desfilam neste sábado (confira as letras e cante os sambas-enrêdos)». Consultado em 29 de novembro de 2016. Cópia arquivada em 30 de novembro de 2016 
  9. Jornal Agora (Manaus, 6 e 7 de fevereiro de 2016). Carnaval 2016. [S.l.: s.n.] p. 18. Consultado em 29 de novembro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. Marcos Santos. «Conheça os enredos das escolas de samba de Manaus - desfiles de quinta, sexta e sábado e rainhas de bateria do Grupo Especial - fotos» 
  11. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 136 
  12. a b c d e f g «Reino Unido mostra no Carnaval a libertação dos escravos no Amazonas». Portal Amazônia. 2 de fevereiro de 2008. Consultado em 12 de maio de 2013 
  13. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 177 
  14. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 171 
  15. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 172 
  16. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 173 
  17. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 175 
  18. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 177 
  19. Daniel Sales / SG Produções (2008). É tempo de sambar. [S.l.]: Norte Mania. p. 178 
  20. Arnoldo Santos (8 de março de 2011). «Reino Unido da Liberdade é a campeã do Carnaval de Manaus». Terra Networks. Consultado em 12 de maio de 2013 
  21. a b Mônica Dias (20 de dezembro de 2012). «Aprenda o samba enredo da escola Reino Unido da Liberdade, de Manaus». G1. Consultado em 12 de maio de 2013 
  22. «Reino Unido da Liberdade é Bicampeã do Carnaval em Manaus». A Critica. 20 de fevereiro de 2012. Consultado em 12 de maio de 2013 
  23. «Mocidade Independente de Aparecida vence o Carnaval de Manaus 2013». G1. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 12 de maio de 2013 
  24. «Reino Unido da Liberdade é campeã do Carnaval de Manaus 2017». G1 AM. 27 de fevereiro de 2017. Consultado em 27 de fevereiro de 2017