Reserva Natural da Serra da Malcata

área protegida de Portugal
Reserva Natural Serra da Malcata
Localização Beira Interior
Dados
Área 16.348 ha
Criação 1981
Visitantes 2.253[1] (em 2017)
Gestão Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas

A Reserva Natural Serra da Malcata é uma área protegida de Portugal, localizada na região da Beira Interior, abrangendo parte dos concelhos de Penamacor (Distrito de Castelo Branco) e Sabugal (Distrito da Guarda), junto à fronteira com a Espanha. Tem uma área de 16.348 ha.

A Serra da Malcata, abrangida pela reserva, é a sétima elevação de Portugal continental. Ali nasce o rio Bazágueda, afluente do Erges, parte da rede hidrográfica do Tejo. O relevo é ondulado, com presença de bosques e áreas de matagal mediterrâneo.

A reserva foi criada em 1981 para servir de santuário para o felino mais ameaçado do mundo, o lince-ibérico (Lynx pardinus). Actualmente acredita-se que o lince esteja quase extinto na reserva, ainda que a área possa no futuro ser utilizada como área de reintrodução.

Entre as espécies animais importantes presentes no parque encontram-se o gato-bravo (Felis silvestris silvestris), o javali (Sus scrofa), a raposa-vermelha (Vulpes vulpes), a gineta (Genetta genetta) e outros. Destaca-se a cegonha-preta (Ciconia nigra), uma espécie rara em Portugal. Todas as espécies de anfíbios existentes em Portugal continental estão representadas na reserva.

Ultimamente o corço (Capreolus capreolus) e o esquilo-vermelho (Sciurus vulgaris) regressaram à Serra da Malcata desde refúgios na Espanha[2].

ReferênciasEditar

  1. ICNF. Visitantes que contactaram as áreas protegidas.
  2. «Artigo do DN: Esquilo-vermelho e corço estão de regresso à serra da Malcata, 6 de Março de 2006». Consultado em 4 de abril de 2008. Arquivado do original em 24 de janeiro de 2008 

Ligações externasEditar


Este artigo é um esboço sobre Áreas protegidas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.