Abrir menu principal

A Reserva de Elefantes de Maputo, oficialmente Reserva Especial de Maputo, é uma área de conservação localizada no extremo sul de Moçambique, no distrito de Matutuíne, tendo como limite leste o Oceano Índico, a norte a Baía de Maputo, a oeste os rios Maputo e Futi, e a sul o extremo das lagoas Xingute e Piti.

Esta reserva foi criada em 1932 e, com a inclusão do Corredor de Futi e da Reserva Marinha Parcial da Ponta do Ouro, estender-se-á até à fronteira com a província sul-africana de KwaZulu-Natal, para proteger a população de elefantes ali existente.[1]

Entre a fauna que se pode encontrar, destaca-se a população de elefantes (cerca de 250) e a presença de hipopótamos e crocodilos nas lagoas.

Desde 2010 que se tem procedido a medidas de repovoamento de fauna bravia na reserva com a introdução de animais provenientes da África do Sul (província Kwazulu-Natal) , nomeadamente zebras, girafas, cudos, impalas e gnus.

A reserva é sobretudo notável pela grande variedade e riqueza de habitats, praias virgens, mangais, prados, florestas costeiras sobre dunas e várias lagoas. A presença de cerca de 350 espécies de aves torna a reserva um paraíso para os birdwatchers.

Ligações externasEditar