Abrir menu principal

Retório do Egito (grego: Ῥητόριος) foi o último grande astrólogo clássico de que se possui trechos. Ele viveu no século VI ou no começo do século VII, no início da era bizantina. Escreveu um compêndio extenso em grego das técnicas dos astrólogos helenísticos que o precederam, e é uma das nossas melhores fontes para o trabalho de Antíoco de Atenas. Embora nenhum manuscrito original de sua obra tenha sobrevivido intacto, temos várias versões bizantinas posteriores da obra dele.

Retório fornece confirmação importante da sobrevivência das mais obscuras técnicas do astrólogo Vettius Valens, o astrólogo praticante cuja tradição é moderadamente discordante com os métodos mais conhecidos de Cláudio Ptolemeu; por exemplo, em seu trato do Lote da Fortuna como um horoskopos, assim como Valens tratou os Lotes, e em seu uso dos setores com os Lotes. Além disso, Retório debate sobre os sistemas de regência romanos mais recentes, um tema que veio a ser profundamente desenvolvido pelos persas, árabes e europeus medievais. Retório fornece uma ligação informativa entre as tradições helenísticas anteriores e as práticas árabes e medievais sucedentes.

FontesEditar

  • Robert Schmidt, Project Hindsight
  • Dorian Gieseler Greenbaum (translation and commentary). Late Classical Astrology: Paulus Alexandrinus and Olympiodorus (with the Scholia of later Latin Commentators). ARHAT, 2001.

Ligações externasEditar