Retranca é um termo náutico que designa a verga inferior, presa a do mastro a 90° no sentido proa-popa e que serve de suporte à esteira da vela grande. Pode ser em madeira, metal (sobretudo alumínio) ou fibra de carbono. Um dos lados da retranca apoia-se no mastro e ao outro fixa-se o punho da escota.[1]

Quando feita em madeira a retranca é maciça e pode ter perfil redondo, oval, quadrado ou retangular. Feita em alumínio é geralmente oca e seu perfil pode assumir formas diversas, do retangular (com bordas arredondadas) ao oval.

Juntamente com o mastro, a retranca é uma das duas principais peças da mastreação e é a parte móvel que determina a orientação da vela.

Em embarcações pequenas, a retranca situa-se num ponto baixo, oferecendo perigo ao(s) velejador(es) quando atirada com violência de um lado ao outro pelas fortes rajadas de vento ou por mudança de bordo.

LegendaEditar

 
Retranca

Os números correspondem aos da imagem junta

Ver tambémEditar

  • Terminologia náutica

Referências

  1. «Marina de Cascais». www.marina-cascais.com. Consultado em 20 de agosto de 2011. Arquivado do original em 14 de abril de 2009  - Agosto 2011