Abrir menu principal

Ridván (Árabe:رضوان) é um festival de doze dias da religião Bahá'í, é uma celebração à proclamação de Bahá'u'lláh no Jardim de Ridván ("Paraíso"). Começa no pôr-do-sol de 20 de abril e continua até o por-do-sol de 2 de maio. O trabalho e estudo é suspenso no primeiro dia (21 de abril), nono (29 de abril) e décimo segundo dia (2 de maio).[1]

"Riḍván" significa paraíso, e é nomeado devido ao Jardim de Ridván, localizado em Bagdá onde Bahá'u'lláh permaneceu por doze dias sendo que depois o Império Otomano o exilou de Bagdá para Constantinopla.[2]

É o festival Bahá'í mais sagrado, e também é referido como "O Festival Mais Grandioso" e o "Rei dos Festivais".

Referências

  1. Esslemont, J.E. (1980). Bahá'u'lláh and the New Era (em inglês) 5 ed. Wilmette, Illinois, USA: Bahá'í Publishing Trust. pp. 182–183. ISBN 0-87743-160-4 
  2. The Revelation of Bahá'u'lláh, Volume 1 (em inglês). Oxford, UK: George Ronald. 1976. 259 páginas. ISBN 0-85398-270-8  Parâmetro desconhecido |segundo= ignorado (ajuda); |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  Este artigo sobre fé bahá'í é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.