Ringwoodita

Ringwoodita
Categoria Nesossilicatos
Classificação Strunz 09.AC.15
Cor Azul, também vermelho, violeta ou incolor (Mg2(SiO4) puro)
Fórmula química Mg2SiO4
Propriedades cristalográficas
Classe de simetria Hexaoctaédrica isométrica
Notação de Hermann-Mauguin: 4/m32/m
Grupo de espaço: Fd3m
Parâmetros da célula a = 8.113 Å; Z=8

A ringwoodita é um mineral da classe dos nesossilicatos, e dentro desta pertence ao chamado “grupo da olivina". Descoberto em 1969 num meteorito caído próximo de Charters Towers, em QueenslandAustrália,[1] foi assim nomeado em honra a Alfred E. Ringwood, geoquímico australiano.

Referências

  1. Binns, R.A., Davis, R.J., y Reed, S.J.B., 1969. "Ringwoodite, natural (Mg,Fe)2SiO4 spinel in the Tenham meteorite". Nature: 221: 943-944.