Rinomanometria

A rinomanometria ou rinometria acústica tem como finalidade avaliar a potência nasal e, geralmente, é realizada com a provocação nasal, observando o efeito do alérgeno nos quadros de obstrução nasal.[1][2]

Provocação nasalEditar

A Prova de provocação nasal é um teste diagnóstico para avaliação da imunorreatividade da mucosa nasal a alérgenos ambientais como o ácaro da poeira doméstica. [3] Pode ser monitorada por escalas de sintomas clínicos, rinomanometria, rinometria acústica e espirometria para diagnóstico da disfunção de pregas vocais.[4]

  Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Antonio Carlos Lopes. Diagnóstico e tratamento. Manole; 2006. ISBN 978-85-204-2278-6. p. 273.
  2. Sergio Moussale (Org.). Guia prático de otorrinolaringologia: anatomia, fisiologia e semiologia. EDIPUCRS; GGKEY:2EE5SKSQFYJ. p. 147.
  3. Olivier CE, Lima RPS, Santos RAPG, Pinto DG, Vilella CA. Imunorreatividade tardia não mediada por IgE a ácaros da poeira doméstica demonstrada por teste de inibição da aderência do leucócito e por prova de provocação nasal. Revista Multidisciplinar de Saúde 2011; ano III:79-88. Link[ligação inativa]
  4. Olivier CE, Argentão DGP, Lima RP, Silva MD, Santos RAPG. The nasal provocation test combined with spirometry establishes paradoxical vocal fold motion in allergic subjects. Allergy Asthma Proc 2013; 34:453-8. Pubmed