Abrir menu principal

Rio Abunã

rio da região amazônica
Rio Abunã
Bolivia north.jpg

Rio Abuna (esquerda) desembocando no rio Madeira

Localização
Países
Coordenadas
Dimensões
Comprimento
375 km
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Área da bacia
25 870 km2Visualizar e editar dados no Wikidata
País(es) da
bacia hidrográfica
Nascente
Confluência do rio Chipamanu e o rio Caramanu
Altitude da nascente
130 m
Afluente
principal
Foz
Rio Madeira

O rio Abunã (ou Abuná, na parte boliviana) é um curto e caudaloso curso de água amazônico, um dos afluentes do curso alto do rio Madeira, que forma quase toda a fronteira norte entre Bolívia (departamento de Pando) e Brasil (estados de Acre e Rondônia).

GeografiaEditar

O rio Abunã nasce na Cordilheira Oriental dos Andes bolivianos, da confluência de dois pequenos rios, o rio Chipamanu (ou Xipamanu) e o rio Caramanu, no departamento de Pando. Tem como principais afluentes o rio Rapirrán, o rio Mapim, o rio Mamo-Manu e o rio Negro (e seu afluente o rio Pacahuaras). Tem um comprimento aproximado de 375 km.[1]

Em alguns setores o rio é cruzado por aflorações do Escudo Brasileiro, formação geológica que origina as cachoeiras ou zonas de rápidas e pequenas cataratas.

Tem como povoações de importância em suas margens: Plácido de Castro (Acre), Santa Rosa del Abuná, capital da província Rosa del Abuná, e o antigo vilarejo de Montevideo atual Puerto Evo Morales, que é uma vila comercial. Atravessa as pequenas localidades de Santa Lourdes, Puerto Rico, Santos Mercado, Bom Comércio, Fortaleza e Abuná, na confluência com o Madeira, frente a que se localiza na ribeira oposta a localidade boliviana de Manoa. O rio é navegável em um tramo de 320 km em seu curso inferior, sobre o rio passa a Ponte sobre o Rio Abunã.

Ver tambemEditar

Referências

  1. Outras fontes referem 500 km, como a publicação da FAO, As águas continentais da América Latina, de R. Ziesler e G.D. Ardizzone, 1979. Disponível em: http://www.fao.org/docrep/008/ad770b/AD770B06.htm.