Rio Cávado

rio em Portugal
 Nota: Se procura outros significados da palavra, veja Cávado.

O rio Cávado é um rio de Portugal que nasce na Serra do Larouco, mais propriamente na fonte da Pipa, a uma altitude de cerca de 1520 m, passa pelos concelhos de Montalegre, Terras de Bouro, Vieira do Minho, Amares, Póvoa de Lanhoso, Vila Verde, Braga, Barcelos, Esposende e desagua no Oceano Atlântico junto a Esposende, após um percurso de 135 km.

Rio Cávado
Rio Cávado
O Cávado na Ponte do Bico
Comprimento 135 km
Nascente Serra do Larouco
Altitude da nascente 1520 m
Caudal médio 70,51 m³/s
Foz Esposende, Oceano Atlântico
Área da bacia 1 589 km²
Afluentes
principais
Margem Direita: Homem, Cabril, Caldo e Prado; Margem Esquerda: Rabagão
País(es) Portugal Portugal
O Cávado atravessando Barcelos

A bacia hidrográfica do rio Cávado é limitada, a norte, pela bacia hidrográfica do rio Neiva e do rio Lima e, a este e sul, pelas bacias do rio Douro e do rio Ave; tem uma área de 1600 km². O escoamento anual na foz do rio é, em média, de 2123 hm3, o que corresponde a 1615 m3/s. Estima-se que a bacia hidrográfica do rio Cávado apresente uma capacidade total de armazenamento de recursos hídricos na ordem dos 1180 hm3, em regime regularizado, valor que corresponde a quase 30% do total existente em Portugal.

Etimologia

editar

Encontramos na obra De Chorographia de Pompónio Mela, geógrafo romano da primeira metade do século I d.C. uma referência ao rio Célado (Celadus) entre o Ave e Neiva, sendo tudo indica o antigo nome do rio Cávado.[1] [2]

Afluentes

editar

Barragens

editar

O Sistema Cávado - Rabagão - Homem é composto por várias barragens implantadas nesses mesmos percursos fluviais para aproveitamentos hidroeléctricos.

 
Foz do Rio Cávado

Pontes sobre o rio Cávado

editar

Sobre o rio Cávado, podemos encontrar várias pontes, algumas com importância histórica e arquitectónica:

Referências

  1. De Chorographia, Pompónia Mela (7), Totam Celtici colunt, sed a Durio ad flexum Grovi, fluuntque per eos Avo, Celadus, Nebis, Minius et cui oblivionis cognomen est Limia.
  2. Tranoy, Alain (1981). Diffusion de Boccard, ed. La Galice romaine (em francês). Paris: [s.n.] p. 30 
 
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Rio Cávado

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre Hidrografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.