Rio Cabur

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Rio Khabur (Tigre).

O rio Cabur[1] (Khabur; em latim: Abora[2], em árabe: الخابور al-khābūr, em hebraico: כבר Kebar/Chebar, em curdo: Xabûr, em siríaco: ܚܒܘܪ ḥābur/khābur, em turco: Habur), é um rio que nasce no sudeste da Turquia, fluindo por 486 km chegando até à Síria, onde se junta ao rio Eufrates. Na maior parte do ano os rios da região (Aueije, Dara, Jirjibe, Jaguejague, Rade e Zergã) estão secos.[carece de fontes?]

Cabur
O rio Cabur ao sul de Al Hasakah.
Localização do rio Cabur na Síria
Localização do rio Cabur na Síria
Nascente Ras al-'Ayn
Altitude da nascente 350 m
Foz Rio Eufrates
Afluentes
principais
Aweidj, Dara, Djirdjib, Jaghjagh, Radd y Zergan
País(es)  Turquia
 Síria
Coordenadas 35° 8' 33" N 40° 25' 51" E

Atualmente, o vale Cabur é uma região muito importante para a Síria, com os seus 16000 km2 de terras aráveis, cuja produção principal é o trigo. Além disso, a região nordeste do rio, é o local de maior produção de petróleo na Síria, bem como na construção de barragens nos afluentes do rio Eufrates, tornando esta área vital para o desenvolvimento de energia desta nação.[3][4]

HistóriaEditar

Historicamente, o vale do Cabur foi um importante centro dos hurritas, que fundou muitos reinos na área, e entre os que se destacaram, foi o Reino de Mitani. Na Bíblia, afirma-se que foi em sua costa, que estabeleceram os cativos de Israel, na qual levaram o rei assírio Salmanaser V até à Mesopotâmia.[5]

Referências

  1. Champlin, Russell Norman (2018). «Hala». Novo dicionário bíblico Champlin: Completo, prático, exegético, indispensável. São Paulo: Hagnos 
  2. George Rawlinson (1871). «The Five Great Monarchies of the Ancient Eastern World; Or, The History, Geography, and Antiquites of Chaldæa, Assyria, Babylon, Media, and Persia». Scribner, Welford and Company 
  3. Hole F, Zaitchik, BF (2007). «Policies, plans, practice, and prospects: irrigation in northeastern Syria». Land Degradation & Development. 18: 133–152. doi:10.1002/ldr.772 
  4. Burdon, DJ, Safadi, C (1963). «Ras-el-Ain: the great karstic spring of Mesopotamia. An hydrogeological study». Journal of Hydrology. 1: 58–95. doi:10.1016/0022-1694(63)90033-7 
  5. Nishiaki, Y. (1992). «Preliminary results of the prehistoric survey in the Khabur Basin, Syria: 1990–91 seasons». Paléorient. 18: 97–102. doi:10.3406/paleo.1992.4566 
  Este artigo sobre Geografia da Síria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.