Rio Carântono

Carântono[1][2][3][4] (em francês: Charente) é um rio de 381 km de comprimento no sudoeste da França. Nasce no departamento de Alto Vienne, em Chéronnac, pequena povoação perto de Rochechouart. Flui pelos departamentos de Alto Vienne, Carântono, Vienne e Carântono-Marítimo. Desagua no oceano Atlântico perto de Rochefort.

Carântono
O Carântono em Tonnay-Charente
Comprimento 381 km
Caudal médio 40 m³/s
Foz Oceano Atlântico
Área da bacia 10 000 km²
País(es)  França
Coordenadas 45° 57' 24" N 1° 4' 56" O

O Carântono foi navegável durante muitos anos, mas a navegação só se repôs em meados do século XX. Os barcos de recreio usam hoje a via navegável, até Angolema. O Carântono atravessa as cidades de Cognac, Jarnac, Saintes e Rochefort. Tem excelentes possibilidades para o turismo. Tem eclusas de tamanho bastante modesto - algumas de 34 a 6 metros. Os molhes ao longo do rio permite atracar embarcações de recreio.[5]

AfluentesEditar

Entre os afluentes do Carântono estão:

CidadesEditar

Entre as cidades ao longo do rio estão:

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Rio Carântono

Referências

BibliografiaEditar

  • Autuori, Luiz; Gomes, Oswaldo Proença (1963). Nos garimpos da linguagem. Jagandeiros: Letras e Arte 
  • Bergström, Magnus (1985). Prontuário ortográfico e guia da língua portuguesa. Lisboa: Empresa Nacional de Publicidades 
  • Fernandes, Ivo Xavier (1941). Topónimos e gentílicos Vol. I. Lisboa: Editôra Educação Nacional 
  • Parreira, Manuel; Castro, José Manuel de; Pinto, J. Manuel de Castro (1985). Prontuário ortográfico moderno: de fácil consulta, atento às dificuldades e dúvidas de quem escreve. Lisboa: Edições ASA 

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre hidrografia em geral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.