Rio Guandu-Mirim
Foz Baía de Sepetiba, no município do Rio de Janeiro
País(es)  Brasil

O Rio Guandu-Mirim é um rio brasileiro do estado do Rio de Janeiro. O mesmo faz parte da bacia do mesmo nome e integra a Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Guandu[1].

Problemas ambientaisEditar

Em meados da década de 70, a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) foi obrigada a desativar duas estações de tratamento de água[2]. Uma delas fica em Santa Cruz, na Zona Oeste. A Estação de Santos Malheiros captava água do Rio Guandu-Mirim. “O problema da água é que ela recebeu uma quantidade muito grande de poluentes. A situação fica tão grave que a gente não consegue tratar a água”, reconheceu Flávio Guedes, diretor da Cedae(Companhia Estadual de Águas e esgotos).

Isso ainda não aconteceu com a ETA do Guandu pois a falta de tratamento do esgoto é compensada com água de diluição. Durante o processo de transposição, é retirado do Rio Paraíba do Sul quantidade extra de água para diluir a poluição do Guandu.

Referências

  1. «igpedia - Rio Guandu». igpedia. 23 de Novembro de 2008 
  2. «E a água do nosso Rio?». Jornal do Brasil - 14/04/2003. 23 de Novembro, 2008  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ligações externasEditar