Rio Mismar

Rio Mismar (em hebraico: נחל משמר; romaniz.: Nahal Mishmar) ou Uádi Maras (em árabe: مَحْرَس; romaniz.: Wadi Mahras) é um riacho sazonal (uádi) no deserto da Judeia, em Israel. Em 1961, foi identificado um depósito calcolítico perto duma caverna que foi apelidada "Caverna do Tesouro". O depósito incluia 442 objetos, a maioria em cobre, mas alguns em marfim, embrulhados num tapete de junco.[1] Estudos com Carbono 14 estimam que os itens foram produzidos antes de 3 500 a.C., o que os faz ter mais de 5 500 anos.[2]

Mismar seco

Referências

  1. Rowan 2013, p. 94.
  2. Moorey 1988, p. 1973.

BibliografiaEditar

  • Moorey, P. R. S. (1988). «Early Metallurgy in Mesopotamia». In: Maddin, Robert. The beginning of the use of metals and alloys: papers from the Second International Conference on the Beginning of the Use of Metals and Alloys, Zhengzhou, China, 21–26 October 1986. Cambridge, Massachusetts; Londres, Inglaterra: MIT Press. pp. 28–34 
  • Rowan, Yorke M.; Ilan, David (2013). «The Subterranean Landscape of the Southern Levant during the Chalcolithic Period». In: Moyes, H. Sacred Darkness: A Global Perspective on the Ritual Use of Caves. Boulder, Colorado: Imprensa da Universidade do Colorado