Abrir menu principal
Rio da Cruz
uma ilustração licenciada gratuita seria bem-vinda
Localização
País
Localização
Coordenadas
Hidrografia
Tipo
Nascente
maciço Teixeira, município de Imaculada, PB
Foz

O rio da Cruz é um curso de água que banha o município de Patos, no estado da Paraíba, no Brasil[1] Surge no maciço Teixeira, município de Imaculada, atravessa Mãe d'Água, se encontrando com o rio da Farinha à altura do bairro de Santo Antônio, onde forma o principal curso de água temporário, que corta a cidade no sentido sul-norte, o rio Espinharas.[2]

O rio da Cruz, o lírico imenso, na frase carinhosa da sétima década do século XX, pronunciada pelo escritor Allyrio Wanderley, "é um privilégio da natureza". E como descreveu José Permínio Wanderley, em seu livro Retalhos do Sertão, um braço nasce no pequeno planalto no sopé do Pico, em terras alcatifadas e altamente ferozes das propriedades Aliança, Amparo, Jabre, Santo Antônio e Bom Conselho. O outro braço, muito bem encachoeirado, nasce em Santo Aleixo e, ambos unidos, sofrem o abraço pouco amigo das penedias impressionantes da pequena cidade de Mãe d'Água, para espraiar-se em "uberosas campinas aluviais", de Santa Maria Gorete, Santo Estévão, Boi do Brito, Cruz, Campo Comprido e outros, sem esquecer seus afluentes de baixios igualmente férteis, das propriedades Urtigas, Ilhas, Várzea de Jurema etc. [2]

Referências

  1. Rildo da Nobrega Alencar, José. Guias urbano e rural de Patos-PB. [S.l.: s.n.] 
  2. a b Lucena, Damião (2015). «Capítulo II - Aspectos Geográficos». Patos de todos os tempos A Capital do Sertão da Paraíba. [S.l.]: A UNIÃO. 29 páginas. ISBN 978-85-8237-052-0 
  Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.