Robert Abajyan

militar arménio

Robert Alexander Abajyan (em armênio/arménio: Ռոբերտ Ալեքսանդրի Աբաջյան; 16 de Novembro de 1996 – 2 de Abril de 2016[1]) foi um jovem sargento do Exército da República do Nagorno-Karabakh (NKR). Foi condecorado, a título póstumo, como "Herói de Artsakh", a maior condecoração militar da NKR.

Robert Abajyan
Nascimento 16 de novembro de 1996
Morte 2 de abril de 2016
Nacionalidade Arménio
Serviço militar
Patente Sargento

Abajyan participou num confronto durante várias horas contra uma força militar das Forças Armadas do Azerbaijão durante o Confronto entre a Arménia e o Azerbaijão de 2016. Depois de se ver em risco de ser capturado pelas forças inimigas, Abajyan fingiu que se iria render, contudo, quando as tropas inimigas chegaram perto dele, o militar detonou uma granada e fez-se explodir, ceifando a vida às tropas inimigas que o iriam capturar.[2]

Devido às suas acções, consideradas como heróicas pelas forças da NKR, no dia 8 de Maio de 2016 foi condecorado, a título póstumo, com a Medalha da Águia Dourada, sendo considerado um Herói de Artsakh.[3][4]

BiografiaEditar

Serviço militarEditar

Abajyan iniciou o seu serviço militar em 2014. Devido à sua performance como militar, foi rapidamente promovido à classe de sargentos.[5][3]

Confrontos entre a Arménia e o AzerbaijãoEditar

Na noite entre o dia 1 e 2 de Abril de 2016, juntamente com as unidades militares da NKR, participou nos confrontos pelo lado da Arménia. Depois do uso de artilharia, grupos militares do Azerbaijão iniciaram um ataque. Sob o comando do capitão Armenak Urfanyan, um pequeno grupo de militares na fronteira da Arménia montaram uma linha de defesa. Depois de falhado o ataque e com a perda de um tanque, as forças do Azerbaijão começaram a retirar para as suas posições iniciais e mantiveram o ataque apenas com fogo de artilharia; nisto, o capitão Urfanyan e Karam Sloyan foram mortos.[6][3]

Depois da morte do comandante, Robert Abajyan, que havia sofrido ferimentos ligeiros numa das suas pernas, prosseguiu com o esforço de defesa. Depois da penetração das forças do Azerbaijão, consegue retirar da cena de combate um camarada e levou-o para um posto de comando arménio, que estava localizado a 30 metros do foco de combate.[5] Abajyan continuou a combater sozinho a partir deste posto de comando contra um número considerável de militares inimigos.[7] Depois de detectar uma força inimiga a aproximar-se, ele atraiu a atenção destas, levantando as suas mãos, dando a entender que se estava a render, enquanto secretamente segurava uma granada na sua mão.[3] Permitindo que os inimigos se aproximassem, Abajyan detonou a granada, suicidando-se e provocando simultâneamente a morte a vários militares inimigos.[8][5][3] No dia 8 de Abril, o seu corpo e o do seu camarada foram encontrados sem vida.[9]

FuneralEditar

No dia 11 de Abril, Robert Abajyan foi enterrado no Panteão Militar de Yerablur. A cerimónia tomou lugar em frente à Igreja de São João Baptista, em Yerevan.[10]

Referências

  1. Project: Support our Heroes, Paros
  2. «Full of Life, Brave Hero – Robert Abajyan». iravaban.net. 24 de Abril de 2016. Consultado em 14 de maio de 2016 
  3. a b c d e ««Մոնումենտցի Կյաժը»՝ Արցախի հերոս Ռոբերտ Աբաջյանը» (em arménio). Mediamax. 10 de Maio de 2016. Consultado em 14 de Maio de 2016 
  4. «20-ամյա Ռոբերտ Աբաջյանը հետմահու ճանաչվել է Արցախի հերոս. ԼՂՀ-ում պարգեւատրել են հայրենիքի պաշտպաններին (լուսանկարներ)». Hetq.am (em arménio). Consultado em 14 de Maio de 2016 
  5. a b c Harutyunyan, Mher (11 de Abril de 2016). «Sergeant Robert Abajyan, by decree of the NKR President, was posthumously awarded the title "Hero of Artsakh" and awarded the "Golden Eagle".». HayZinvor. Consultado em 14 de Maio de 2016 
  6. armenpress.am. 14 de Abril de 2016 http://iravaban.net/en/125189.html#ad-image-0. Consultado em 14 de Maio de 2016  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  7. «Robert Abajyan alone fought against the Enemy for 5 hourst». Consultado em 14 de Maio de 2016 
  8. ««Նկատել է հակառակորդի ուժերը, կռիվ տվել թշնամու դեմ, ապա պայթեցրել իրեն ու ադրբեջանական խմբին». Վերջին հրաժեշտը՝ Ռոբերտ Աբաջյանին». 168 zham. 11 de Abril de 2016. Consultado em 14 de Maio de 2016. Arquivado do original em 31 de maio de 2016 Predefinição:Ref-en
  9. «Bodies of two Defense Army soldiers found as a result of searches». Yerevan: Armenpress. 9 de Abril de 2016. Consultado em 14 de Maio de 2016 
  10. «Героя Роберта Абаджяна похоронили: он подорвал гранатой себя и нескольких врагов (ФОТО)» (em russo). Consultado em 14 de Maio de 2016. Arquivado do original em 20 de maio de 2016