Robert M. Parker Jr.

Robert M. Parker Jr. (Baltimore, EUA, 23 de julho de 1947) é um crítico de vinhos de renome internacional.

Parker em Las Vegas (2005)

BiografiaEditar

Parker começou a se interessar por vinhos em 1967 durante uma viagem a Alsácia, na França, para visitar a namorada, então estudante da Universidade de Strasbourg, com quem veio a se casar e vive ainda hoje.[1] A partir daí, descobriu que possuía duas apuradas capacidades, a de degustar vinhos com incrível discernimento e a de se lembrar de cada um deles no futuro.[2]

Apesar de seu interesse pela enologia, Parker graduou-se em Direito, História e História Arte, em 1973, pela Universidade de Maryland, e por mais de uma década exerceu a advocacia e prestou consultoria ao Banco de Baltimore. Mas em 1984, abandonou a promissora carreira de advogado para se dedicar exclusivamente a escrever sobre vinho, o que já vinha fazendo como uma atividade paralela. Amigos e familiares insistiram para que Parker não arriscasse seu futuro em uma atividade que lhes parecia romântica e pouco rentável.[1]

Sem ceder aos insistentes pedidos, lançou em 1978 o primeiro número de sua revista especializada em vinhos, The Wine Advocate’ (O Advogado do Vinho), que enviou gratuitamente a industriais e comerciantes de vinhos. O diferencial da publicação era um novo critério de avaliação e pontuação dos vinhos, de 50 a 100 pontos. Mas até 1978 só havia conseguido cerca de 600 assinantes para a publicação.[1] Só em 1984, quando a revista passou a atrair o interesse do público, Parker se sentiu seguro para viver exclusivamente dela.

Atualmente, The Wine Advocate, com tiragem bimestral, tem mais de cinquenta mil assinantes espalhados por 38 países e influi decisivamente no hábito de consulta dos grandes compradores e peritos de vinhos no mundo inteiro. Além de avaliar vinhos na sua própria revista, Parker colabora com outras, como Food and Wine’ e ‘Business Week’.[3] Provando milhares de vinhos por ano, Parker tornou-se uma referência mundial que balança o mercado cada vez que emite sua opinião.[carece de fontes?] Parker faz alarde por degustar cerca de 200 vinhos toda manhã e não precisar mais do que um minuto para avaliar cada um.[4]

Parker é o único escritor e comentarista de vinhos condecorado por governos de países que são grandes produtores de vinhos, França e Itália. Recebeu o prêmio Pulitzer por seus artigos e livros sobre enologia.[1]

Em 2012, associado a investidores asiáticos, Parker mudou-se para Singapura, de onde comanda o império editorial criado por ele.[5] Em 2013, pela primeira vez em sua vida, associou-se diretamente a indústria vinícola, emprestando seu nome para uma seleção de vinhos de Bordeaux que receberam dele a nota máxima. Seiscentas caixas da "Robert Parker Selection 100 Points", reunindo garrafas de vinho da safra de 2009, produzidas por 18 vinícolas de ponta, foram vendidas a dois mil euros cada.[6]

Apesar de seu sucesso, Parker está longe de ser uma unanimidade entre os experts na indústria e no meio editorial do vinho. Alguns o acusam de somente avaliar com notas altas vinhos nos quais têm algum interesse econômico em promover comercialmente.[7] Por conta destas suspeitas, teve de cancelar, em 1990, uma viagem à França para a promoção de um livro porque recebeu várias ameaças de morte. Já enfrentou e venceu dois processos na Justiça contra produtores descontentes com suas avaliações. Para se proteger de futuros prejuízos em processos por causa de suas opiniões controvertidas, fez um seguro.[8]

Referências

  1. a b c d «Non-Existent Domain». Vinhospontuados.com.br. Consultado em 18 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2015 
  2. «The Independent Consumer's Guide to Fine Wine». eRobertParker.com. Consultado em 18 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 19 de agosto de 2014 
  3. «Guided Tour». eRobertParker.com. Consultado em 18 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 10 de março de 2016 
  4. «Cópia arquivada». Consultado em 7 de março de 2014. Arquivado do original em 8 de março de 2014 
  5. «Prazeres da MESA » Aos 65 anos, crítico de vinhos americano Robert Parker se rende ao capitalismo». Prazeresdamesa.uol.com.br. 26 de dezembro de 2012. Consultado em 18 de dezembro de 2015 
  6. Inner Editora Ltda. (14 de dezembro de 2015). «Robert Parker empresta seu nome para seleção de vinhos de Bordeaux · Revista Adega». Revistaadega.uol.com.br. Consultado em 18 de dezembro de 2015 
  7. Tu nombre (18 de agosto de 2012). «La importancia de ser criticado: Robert Parker». Blog.uvinum.es. Consultado em 18 de dezembro de 2015 
  8. «Acervo Digital VEJA - Digital Pages». Veja.abril.com.br. Consultado em 18 de dezembro de 2015 

Ligações externasEditar

 
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Robert M. Parker Jr.