Roberto Freire (psiquiatra)

Joaquim Roberto Corrêa Freire (São Paulo, 18 de janeiro de 1927 — São Paulo, 23 de maio de 2008)[1], mais conhecido por Roberto Freire foi um médico psiquiatra, jornalista e escritor brasileiro, conhecido por ser o criador de uma nova e libertária técnica terapêutica denominada Soma (somaterapia), baseada no anarquismo e nas ideias de Wilhelm Reich. Foi também diretor de cinema e teatro, autor de telenovela, letrista e pesquisador científico. Fez parte da equipe da revista Realidade e foi um dos fundadores da revista Caros Amigos. Atuante pensador libertário no Brasil, Freire deixou importantes contribuições na cultura e na Psicologia.

Roberto Freire
por Nick Cooper, 2006
Nome completo Joaquim Roberto Corrêa Freire
Nascimento 18 de janeiro de 1927
São Paulo
Morte 23 de maio de 2008 (81 anos)
São Paulo
Nacionalidade brasileiro
Ocupação médico psiquiatra e escritor
Principais trabalhos Sem tesão não há solução
Ame e dê vexame
Cléo e Daniel
Movimento literário somaterapia
Página oficial
[1]

Obras literáriasEditar

Entre suas obras literárias mais importantes, figuram Cléo e Daniel (história que foi levada ao cinema, com Myriam Muniz, Sônia Braga e John Herbert, entre outros), Sem entrada e sem mais nada, Coiote e os ensaios Utopia e Paixão, Sem Tesão Não Há Solução e Ame e dê Vexame. Escreveu também contos eróticos, literatura policial e infantil. Em 2003, lançou a autobiografia Eu é um outro.

TelevisãoEditar

Na televisão, teve quadros em programas como TV Mulher e escreveu o roteiro de Gente como a Gente, para a TV Record, além dos primeiros capítulos da fracassada telenovela O Amor é Nosso, exibida em 1981, com Wilson Aguiar Filho. Posteriormente, ambos seriam substituídos por Walter Negrão. Também escreveu para os programas A Grande Família e TV Mulher.

SomaterapiaEditar

Roberto Freire foi o criador da somaterapia, terapia corporal baseada nas teorias psicanalíticas do austríaco Wilhelm Reich e de conceitos anarquistas. Freire se apresentava como "anarquista, escritor e terapeuta". Sua principal criação, a Somaterapia, vem sendo desenvolvida e praticada no Brasil e na Europa há mais de cinquenta anos. Trata-se de um processo terapêutico corporal e em grupo, que dura em torno de um ano. Entre suas principais propostas, a Soma como terapia libertária trabalha em temas como a liberdade, a corporeidade e o prazer como potência de vida.

Referências

  1. Itaú Cultural (15 de julho de 2010). «Freire, Roberto (1927 - 2008)». Itaú Cultural. Consultado em 23 de agosto de 2014 

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.