Roger Deakins

Roger Deakins
Deakins em 2011.
Nome completo Roger Alexander Deakins
Nascimento 24 de maio de 1949 (71 anos)
Torquay, Devon,  Inglaterra
Ocupação Diretor de fotografia
Atividade 1984 – presente
Cônjuge Isabella James Ellis(1991 – presente)
Oscares da Academia
Melhor Fotografia
2018 - Blade Runner 2049
2020 - 1917
Prémios BAFTA
Melhor Fotografia
2002 - The Man Who Wasn't There
2008 - No Country for Old Men
2011 - True Grit
2018 - Blade Runner 2049
2020 - 1917
Prémios Critics' Choice
Melhor Fotografia
2018 - Blade Runner 2049
2020 - 1917

Roger Alexander Deakins, CBE (Torquay, 24 de maio de 1949) é um diretor de fotografia britânico, sendo conhecido por trabalhar frequentemente em filme dirigidos pelos Irmãos Coen, Sam Mendes e Denis Villeneuve.

Reconhecido pela sua grande habilidade de criar e trabalhar signos, significantes e significados em suas imagens.Aos 68 anos trabalhou em mais de 70 projetos para cinema e televisão. As imagens de Deakins são repletas de metalinguagem que agregam complexidade e drama às narrativas de seus filmes.

Desde 1995,Deakins já foi indicado 15 vezes ao Oscar,vencendo duas vezes por Blade Runner 2049,de Denis Vlleneuve e 1917,de Sam Mendes.

Deakins é membro de duas associações de cinematografia, a americana (A.S.C.) e a britânica (B.S.C.)

InícioEditar

Deakins nasceu em Torquay, no condado Inglês de Devon, filho de uma atriz e de um operário . Ele frequentou a Torquay Boys ' Grammar School, durante sua infância em Torquay, Deakins passou a maior parte de sua juventude negando a escola e buscando sua maior paixão: a pintura.

Ao completar seus estudos em sua cidade natal se matriculou na Escola de Arte e Design de Bath, onde estudou design gráfico. Nesse período em Bath que descobriu seu talento para a fotografia e foi logo contratado para fazer a direção de fotografia de um documentário em sua cidade natal, Torquay. Depois desse projeto Deakins se transferiu para a Escola de Cinema e Televisão de Buckinghamshire, até hoje Deakins ministra aulas master lá.

CarreiraEditar

Depois de fazer a fotografia de diversos documentários, Roger Deakins começou a fotografar ficção e ganhou visibilidade em 1990 quando fez sua primeira direção de fotografia nos E.U.A., ele filmou Montanhas da Lua de Bob Rafelson. Em seguida, 1991, se começou a parceira com os Irmãos Coen com as filmagens de Barton Fink - Delirios de Hollywood.

Roger então fez alguns belos trabalhos em Hollywood como O Jardim Secreto e Na Roda da Fortuna, mas escreveu seu nome na história em 1994 com a direção de fotografia de Um Sonho de Liberdade dirigido por Frank Darabont. Um Sonho de Liberdade concorreu à diversos prêmios na categoria direção de fotografia (incluindo o Oscar e ao prêmio anual da A.S.C.)

Em 2011, com 61 anos, Deakins ganhou o prêmio American Society of Cinematographers Lifetime Achievement Award pelo conjunto de sua obra.Por muito tempo, não ganhou nenhum Oscar, mesmo possuindo mais indicação que ganhadores como Robert Richardson e sendo considerado por muitos o melhor diretor de fotografia vivo.Porém isso mudou em 2018 com sua vitória no Oscar pela ficção científica Blade Runner 2049 e em 2020 pelo drama de Primeira Guerra Mundial 1917.

Hoje em dia Roger Deakins também trabalha como consultor fotográfico em animações. Ele assina projetos como: WALL-E, Como treinar seu dragão e Rango.

Prêmios e indicaçõesEditar

OscarEditar

Ano Categoria Filme Resultado
1995 Melhor Fotografia The Shawshank Redemption Indicado
1997 Fargo Indicado
1998 Kundun Indicado
2001 O Brother, Where Art Thou? Indicado
2002 The Man Who Wasn't There Indicado
2008 The Assassination of Jesse James by the Coward Robert Ford Indicado
No Country for Old Men Indicado
2009 The Reader Indicado
2011 True Grit Indicado
2013 Skyfall Indicado
2014 Prisoners Indicado
2015 Unbroken Indicado
2016 Sicario Indicado
2018 Blade Runner 2049 Venceu
2020 1917 Venceu

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.