Rolando Castello Júnior

Rolando Castello Júnior
Informação geral
Nome completo Rolando Castello Júnior
Também conhecido(a) como Junior
Nascimento 13 de abril de 1953 (66 anos)
Gênero(s) Rock, Hard Rock, Metal
Ocupação(ões) Baterista
Período em atividade 1970 - atualmente
Afiliação(ões) Patrulha do Espaço, Made in Brazil, Aeroblus
Página oficial rolandorock.com/

Rolando Castello Júnior (13 de abril de 1953) é um renomado baterista e percussionista brasileiro[1], considerado um dos maiores nomes do rock brasileiro.[2] Não à toa, em 2015, ele foi eleito pela revista Roadie Crew como o 3° Melhor Baterista do Brasil de todos os tempos.[3]

Na ativa desde 1970, Rolando tocou com incontáveis músicos no Brasil, Argentina e México, fez parte da banda Made in Brazil[1] e é fundador da Banda Patrulha do Espaço.[2]

Embora não goste muito de falar sobre o assunto, Rolando teve poliomielite na infância, que deixou fortes sequelas, que decerto colaboraram com sua forma única de usar o instrumento. Rolando conta que, "certa vez, um fã me perguntou “Como você toca assim?” Eu pensei que ele ia perguntar como é que eu tocava assim tão bem. Foi quando percebi que ele também tinha um problema na mão. Respondi a ele que eu toco assim porque nunca pensei que não pudesse tocar!"[4]

CarreiraEditar

Rolando conta que, "quando eu um gurizinho e ainda nem pensava em tocar bateria, vi na TV um filme com o Sal Mineo sobre a vida e obra do grande baterista Gene Krupa e fiquei bem impressionado e motivado com o instrumento. Posteriormente ganhei um disco dele, então acho que minha primeira influência tenha sido o Gene Krupa".[4]

Nos primeiros anos da década de 1970, Rolando teve passagens por bandas no México (Parada Suprimida, Tarantula e Three Souls In My Mind).[5]

Em 1974, Rolando foi o baterista do primeiro disco da Banda Made in Brazil.

Em 1977 foi para a Argentina onde formou com o mestre da guitarra Norberto Pappo Napolitano uma das mais emblemáticas bandas portenhas, o “Aeroblus”, até hoje reverenciada e homenageada por todos os roqueiros argentinos. O único disco lançado pelo Aeroblus (Aeroblus - 1977), foi um marco do rock dos anos 70, abrindo caminho para uma série de bandas pesadas do rock latino-americano.[6] Deste álbum, a música "Vamos a Buscar La Luz”, foi eleita pela revista Roadie Crew, em 2011, como um dos 200 Verdadeiros Hinos do Heavy Metal e Classic Rock.[7]

Estilo e LegadoEditar

Rolando foi o pioneiro em inúmeras atividades dentro da cena rock brasileira, seja ela da indústria de instrumentos musicais, da bateria, produção musical e didática. Dentre essas, destaca-se seu trabalho que implementou no Brasil o conceito das Workshop Tours, tendo realizado inúmeras turnês para prestigiadas marcas internacionais e nacionais.[8]

Dono de uma técnica insuperável no instrumento, Rolando tem uma forma de tocar que é inconfundível e única, frutos de uma genialidade nata aliada a fatores de superação física. Para o crítico musical, e ex-baterista, Regis Tadeu, "Rolando é um dos poucos bateristas a criar um estilo identificável a quilômetros de distância. Basta ouvir uma de suas potentes levadas com uma virada de tambores para saber que é ele quem está tocando. Sua maneira desconcertante de tocar é acentuada pelo fato de ter sua mão direita atrofiada por conta de uma poliomelite contraída na infância, que não o impediu de ter uma das pegadas mais pesadas que você jamais irá ouvir em um baterista de qualquer canto do planeta."[9]

Questionado, certa vez, pelo site Collectrs Room, sobre suas principais contribuições para o instrumento, Rolando respondeu: "Talvez eu tenha sido um arauto do uso de dois bumbos e um monte de tons, o que certamente obrigou, por meio da minha influência, um monte de bateristas a "se fuderem" para carregar e montar tanta tranqueira (risos)."[4]

DiscografiaEditar

  • entre parentesis, a gravadora

Prêmios e IndicaçõesEditar

Referências

  1. a b correiobraziliense.com.br/ Baterista Rolando Castello Jr. é um autêntico personagem do rock brasileiro
  2. a b wikimetal.com.br/ Entrevista com Rolando Castello Júnior, baterista e fundador do Patrulha do Espaço
  3. a b Revista Roadie Crew Edição 200 - Setembro de 2015
  4. a b c collectorsroom.com.br/ Entrevista exclusiva - Rolando Castello Jr: o lendário batera da Patrulha do Espaço bate um papo com a Collector´s Room
  5. Revista Modern Drummer Edição 144/Novembro de 2014
  6. Revista Poeira Zine
  7. Revista Roadie Crew
  8. curitibacult.com.br/ Rolando Castello celebra 50 anos de carreira
  9. Regis Tadeu Todo baterista de rock brasileiro tem que reverenciar Rolando Castello Junior
  10. combaterock.uol.com.br/ Novo álbum de Zé Brasil é um prêmio à persistência

Links ExternosEditar