Rudi Carrell

Rudi Carrell é o nome artístico de Rudolf Wijbrand Kesselaar (Alkmaar, Países Baixos, 19 de dezembro de 1934[1]Bremen, Alemanha, 7 de julho de 2006) foi um artista, ator e cantor neerlandês. Ele foi uma das personalidades neerlandesas mais famosas na Alemanha.[2]

Rudi Carrell
Nascimento Rudolf Wijbrand Kesselaar
19 de dezembro de 1934
Alkmaar
Morte 7 de julho de 2006 (71 anos)
Bremen
Sepultamento Heiligenfelde
Cidadania Reino dos Países Baixos
Progenitores
  • André Carrell
Ocupação cantor, apresentador de televisão, criador de programas, produtor cinematográfico, ator de cinema, apresentador, ator de televisão, diretor de cinema, roteirista, produtor de televisãovoz
Prêmios
  • Zilveren Nipkowschijf
  • Knight of the Order of the Netherlands Lion
  • Goldene Kamera
  • Münchhausen Prize
  • Cruz de Oficial da Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha (1985)
  • Romy
  • Order of Karl Valentin
Empregador Radio Bremen
Causa da morte câncer de pulmão

Ele trabalhou como artista de televisão, tendo apresentado um show com o seu nome. O Rudi Carrell Show rodou primeiro nos Países Baixos e depois na Alemanha durante anos. Carrell também foi um cantor com uma série de sucessos,[3] e atuou em vários filmes.

Festival Eurovisão da CançãoEditar

Ele representou os Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1960 cantando o tema "Wat een geluk" ("Que sorte"). Apesar do título não foi muito sortudo, pois terminou em 12.º lugar (entre 13 participantes), tendo obtido apenas 2 pontos.

Rudi Carrell ShowEditar

O "Rudi Carrell Show" foi um enorme sucesso na Alemanha de 1960 a 1990. O show contou com um conceito semelhante ao "Star Search" ou "Pop Idol" e trouxe muitas bem conhecidas estrelas da música pop alemã e atores de destaque, tais como Alexis ou Mark Keller. Ele também apresentava esquetes cómicos.

O seu programa também foi muito popular em países de língua não alemã, como a Eslovénia. No meio, ele recebeu outros programas populares, como "Am laufenden Band", "Rudis Tagesshow", "Herzblatt", "Die Sieben verflixte" e "Tage 7, 7 Köpfe".

Humor controversoEditar

Em 1987, ficou famoso por ter causado uma crise diplomática entre a Alemanha e o Irão, com um desenho em que as mulheres usando véus, lançavam as suas roupas íntimas em alguém vestido como o líder supremo do Irão ayatollah Khomeini. O governo iraniano respondeu pela expulsão de dois diplomatas alemães e fechando o Instituto Goethe, em Teerão. Outro desenho controverso mostrava o então chanceler Helmut Kohl e outros políticos alemães de destaque, aparentemente, convivendo com prostitutas.

MorteEditar

 
Sepultura de Anke e Rudi Carrell

Numa entrevista em novembro de 2005, o artista confirmou à revista Bunte que ele estava sofrendo de câncer/cancro de pulmão. Morreu em 7 de julho de 2006, aos 71 anos.

Bibliografia sobre Rudi CarrellEditar

  • Rudi Carrell, Gib mir mein Fahrrad wieder, Wenen/München/Zürich/Innsbruck 1979.
  • Ingo Schiweck (Red.), "Laß dich überraschen ..." Niederländische Unterhaltungskünstler in Deutschland nach 1945, Münster 2005.
  • Susanne Schult, Rudi Carrell. Das Image eines Stars in der Geschichte des deutschen Fernsehens, Osnabrück 2000.

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Rudi Carrell
  Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Akte - Regionaal Archief Alkmaar». www.wiewaswie.nl. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  2. «Rudi Carrell - Acteur - Foto's & Video's & Biografie & Nieuws - MovieNewz.nl». web.archive.org. 25 de abril de 2012. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  3. Inc, Nielsen Business Media (10 de abril de 1965). Billboard (em inglês). [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc.