Rufino (mestre dos soldados)

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Rufino.

Rufino (em latim: Rufinus) foi um oficial bizantino que serviu sob o imperador Justiniano (r. 527–565). Filho de Zaunas e neto do oficial Farasmanes, Rufino era de origem laze. Junto com seu irmão Leôncio, e possivelmente como Mestre titular dos soldados (magister militum vacans), Rufino esteve entre os arcontes enviados para a África em 539 para servir o general Salomão. Em 540, os irmãos lutaram na batalha de Tumar, no monte Aurásio, onde os mouros liderados por Iaudas foram derrotados.[1]

Rufino
Morte século VI
Nacionalidade Império Bizantino
Etnia laze
Religião Cristianismo

Possivelmente pode ser identificado com o duque da Tripolitânia Rufino que enviou uma mensagem para João Troglita em Cartago, talvez na primavera/verão de 547, informando que os mouros da Tripolitânia estavam novamente se erguendo em revolta, agora sob Carcasão.[2]

Referências

  1. Martindale 1992, p. 1098.
  2. Martindale 1992, p. 1098-1099.

BibliografiaEditar

  • Martindale, John R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1992). The Prosopography of the Later Roman Empire - Volume III, AD 527–641. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press. ISBN 0-521-20160-8